Você está aqui
  1. Mundo Educação
  2. Biologia
  3. Seres Vivos
  4. Reino Monera
  5. Classificação das bactérias

Classificação das bactérias

A classificação das bactérias pode ser feita com base na sua morfologia ou, ainda, de acordo com a composição de sua parede.

As bactérias são organismos unicelulares procariontes, ou seja, que possuem apenas uma célula, a qual não apresenta núcleo definido e delimitado por membrana. Esses organismos também apresentam como característica a ausência de organelas membranosas, como aquelas encontradas nas células eucarióticas.

Existe uma grande variedade de bactérias em todo o planeta. Elas podem ser classificadas com base em vários critérios, sendo o mais conhecido aquele que considera a morfologia desses organismos. Além dessa forma de classificação, é possível diferenciar as bactérias em gram-positivas e gram-negativas.

Classificação das bactérias com base na morfologia

As bactérias podem ser classificadas em relação à morfologia em:

  • Cocos: Bactérias que apresentam estrutura esférica. Podem ser classificadas em relação ao seu arranjo em: diplococos (agrupamento de dois cocos), tétrades (agrupamento de quatro cocos), sarcina (agrupamento de oito cocos formando uma espécie de cubo), estreptococos (cocos agrupados em cadeias) e estafilococos (cocos agrupados em um arranjo semelhante ao cacho de uva);

  • Bacilos: Bactérias que apresentam estrutura em forma de bastão. Podem ser encontradas organizadas em diplobacilos (bacilos agrupados aos pares) ou estreptobacilos (bacilos organizados em cadeias). Podem ocorrer ainda em paliçada, agrupados lado a lado;

  • Cocobacilos: Assemelham-se a uma forma de transição entre cocos e bacilos e caracterizam-se por serem bastões muito curtos;

  • Espiraladas: Apresentam sua célula em espiral e ocorrem, em sua grande maioria, de forma isolada. Podem ser classificados em espirilos, quando possuem corpo mais rígido e a presença de flagelos, e espiroquetas, que são mais flexíveis e locomovem-se por contrações citoplasmáticas;

    Não pare agora... Tem mais depois da publicidade ;)
  • Vibrião: Assemelha-se a uma vírgula e a espirilos muito curtos;

Observe as principais morfologias verificadas em bactérias
Observe as principais morfologias verificadas em bactérias

Classificação das bactérias com base na constituição da parede celular

De uma maneira geral, podemos dizer que a parede celular das bactérias é formada basicamente por peptidoglicano e garante a proteção desses organismos, a divisão celular e a manutenção da forma das células. Algumas propriedades da parede celular, no entanto, permitem que as classifiquemos em dois grupos: gram-positivas e gram-negativas.

Para identificar se uma bactéria é gram-positiva ou gram-negativa, utiliza-se a Coloração de Gram, uma técnica criada por Hans Christian Gram que submete as bactérias a corantes e permite a coloração de sua parede. Veja a seguir as características desse grupo de bactérias:

  • Gram-positivas: Na parede celular das bactérias gram-positivas, observa-se uma maior quantidade de peptidoglicano, além da presença de ácidos teicoicos. Essas bactérias, em coloração de Gram, coram-se de azul ou violeta.

  • Gram-negativas: A parede celular das bactérias gram-negativas apresenta uma maior complexidade. Existe uma camada com menor quantidade de peptidoglicano e outra membrana externa formada por lipopolissacarídeo. Essas bactérias, em coloração de Gram, coram-se de vermelho.

Existe ainda um grupo de bactérias chamado de micoplasma, o qual não possui parede celular. Assim sendo, elas não se coram com a coloração de Gram.

As bactérias apresentam diferentes formatos que permitem a sua classificação
As bactérias apresentam diferentes formatos que permitem a sua classificação
Publicado por: Vanessa Sardinha dos Santos
Artigo relacionado
Teste agora seus conhecimentos com os exercícios deste texto

Assuntos Relacionados