Você está aqui
  1. Mundo Educação
  2. Biologia
  3. Biologia Evolutiva
  4. Deriva genética

Deriva genética

A deriva genética é uma mudança na frequência dos alelos que ocorre, diferentemente da seleção natural, de maneira aleatória.

A deriva genética é um dos mecanismos básicos da evolução, juntamente à seleção natural, migração e às mutações. Esse mecanismo, importante principalmente em pequenas populações, pode ser definido como uma mudança das frequências alélicas que ocorre de forma totalmente aleatória. Apesar de também afetar a composição genética de uma população, ela se diferencia da seleção natural por não produzir adaptações.

Na deriva genética, pode ocorrer a eliminação de alelos ou a fixação deles nas populações. Imagine, por exemplo, que, em uma população, há roedores de pelo branco e roedores de pelo preto. Na próxima geração, as proporções não serão idênticas, podendo acontecer de um gene estar em maior quantidade do que outro. Pode ocorrer ainda a ausência completa de um alelo em uma geração, causando a sua eliminação.

No caso da seleção natural, o gene que passa para a próxima geração é aquele que propiciou uma melhor adaptação ao meio. Na deriva genética, o gene que passou para a próxima geração foi aquele que teve mais “sorte”.

Efeitos da deriva genética

Como dito anteriormente, a deriva genética é um dos mecanismos básicos evolutivos, gerando, portanto, alguns efeitos em uma população. Um dos efeitos é a redução da variação genética, que, consequentemente, afeta a ação da seleção natural. Além disso, a deriva contribui para a especiação, ou seja, para o surgimento de uma nova espécie.

Não pare agora... Tem mais depois da publicidade ;)

Efeito fundador e efeito gargalo

A deriva genética atua principalmente em populações pequenas e pode ocorrer de duas maneiras:

Efeito gargalo: Acontece quando o tamanho da população reduz-se drasticamente em uma geração. Essa diminuição pode ocorrer em razão de eventos naturais, como secas, terremotos e inundações. Esses eventos podem eliminar alguns indivíduos ao acaso, deixando apenas alguns organismos, que possuem variação genética reduzida, para dar origem a uma nova população. Essa nova população possuirá frequências alélicas diferentes das iniciais.

Efeito fundador: É o estabelecimento de uma população nova a partir de poucos indivíduos fundadores. Esses poucos indivíduos representam apenas uma pequena porção da variação genética encontrada na população original, favorecendo a fixação de um determinado alelo por efeito da deriva genética.

A seca pode reduzir significativamente o número de indivíduos de uma população
A seca pode reduzir significativamente o número de indivíduos de uma população
Publicado por: Vanessa Sardinha dos Santos
Artigo relacionado
Teste agora seus conhecimentos com os exercícios deste texto

Assuntos Relacionados