Você está aqui
  1. Mundo Educação
  2. Biologia
  3. Biologia celular
  4. Células
  5. Diferenças entre célula animal e vegetal

Diferenças entre célula animal e vegetal

Entre as diferenças entre célula animal e vegetal, podemos citar a presença, nessa última, de estruturas exclusivas, como parede celular, cloroplastos e vacúolos de suco celular.

As diferenças entre célula animal e vegetal são muitas e estão relacionadas, principalmente, com a presença e ausência de determinadas organelas. Como sabemos, as células são as unidades fundamentais da vida, sendo encontradas em todo e qualquer ser vivo, com exceção dos vírus. Apesar de manterem diversas características em comum, algumas possuem peculiaridades, sendo esse o caso das células animais e vegetais.

Leia também: Teoria celular

Estruturas presentes em células animais e vegetais

As células animais e vegetais apresentam uma série de semelhanças. Inicialmente devemos nos lembrar de que todas as células possuem membrana plasmática, uma estrutura constituída por uma bicamada de fosfolipídeos com várias proteínas associadas. Essa estrutura apresenta como função principal a separação do meio extracelular do intracelular, controlando o que entra e sai da célula.

Tanto as células vegetais quanto as células animais são células do tipo eucarionte, ou seja, são células que se caracterizam pela presença do material genético envolto pelo envoltório nuclear, formando o núcleo. Essa estrutura atua controlando variadas atividades da célula. Além da presença de núcleo definido, as células eucariontes apresentam uma série de organelas membranosas em seu citoplasma.

Leia também: Organelas celulares

Não pare agora... Tem mais depois da publicidade ;)

No citoplasma, observamos algumas estruturas que são comuns às células vegetais e animais. Veja quais são elas:

  • Ribossomos - estruturas relacionadas com a síntese de proteínas. Podem estar livres no citoplasma ou associados às membranas.

  • Retículo endoplasmático complexo sistema de membranas que funciona com um sistema de distribuição de substâncias dentro da célula. Pode ser classificado em duas porções distintas, as quais ocorrem na mesma célula e apresentam conexões:

    • Retículo endoplasmático liso ou agranular – relacionado, principalmente, com a síntese de lipídios e degradação de algumas substâncias nocivas e tóxicas;

    • Retículo endoplasmático rugoso ou granuloso – relacionado, principalmente, com a síntese proteica, graças aos ribossomos em sua superfície.

  • Complexo Golgiense - relacionado com o empacotamento e secreção de substâncias.

  • Peroxissomos essas organelas celulares são capazes de oxidar substratos orgânicos, retirando átomos de hidrogênio e os combinando com oxigênio molecular. Essa reação produz peróxido de hidrogênio, que é eliminado rapidamente por uma enzima denominada de catalase, presente também nessa organela.

  • Mitocôndrias - organela relacionada com a respiração celular, um processo que leva à liberação de energia para a célula.

  • Centríolo - estrutura extremamente importante para o processo de divisão celular, é encontrado na maioria das células animais. Já nos vegetais, são encontrados apenas em alguns grupos, tais como briófitas e pteridófitas.

Estruturas exclusivas da célula animal

A célula animal apresenta algumas peculiaridades, como a presença de lisossomos.
A célula animal apresenta algumas peculiaridades, como a presença de lisossomos.

A célula animal é aquela presente nos tecidos animais e se difere da célula vegetal pela presença de organelas conhecidas como lisossomos e a ausência de estruturas como parede celular, plastos, vacúolo de suco celular e glioxissoma.

Os lisossomos são estruturas relacionadas com o processo de digestão intracelular. Essa organela atua garantindo, por exemplo, a quebra de substâncias que foram englobadas pela célula e também de organelas danificadas que serão recicladas (autofagia). Essas organelas são fundamentais para a defesa de nosso corpo, pois atuam digerindo os organismos invasores fagocitados pelos leucócitos.

Estruturas exclusivas da célula vegetal

A célula vegetal encontrada nos tecidos vegetais é uma célula eucarionte, assim como a célula animal, entretanto, possui suas peculiaridades. A célula vegetal apresenta algumas características exclusivas como a parede celular rica em celulose, os plastos ou plastídios, os vacúolos de suco celular e também os glioxissomos

A célula vegetal apresenta algumas estruturas exclusivas, tais como parede celular celulósica e presença de cloroplastos.
A célula vegetal apresenta algumas estruturas exclusivas, tais como parede celular celulósica e presença de cloroplastos.

Nos vegetais, a célula apresenta, além da membrana plasmática, uma parede celular que a reveste externamente. Formada principalmente por celulose, essa parede celular garante maior resistência à célula vegetal, evitando a ruptura pela entrada de água. Além disso, ela é responsável por dar tamanho e forma à célula vegetal e proteger contra a entrada de patógenos.

Os plastos ou plastídios são organelas exclusivas das células vegetais e caracterizam-se pela presença de dupla membrana e DNA. Essas organelas possuem a função de armazenamento e fotossíntese, além de receberem o nome de acordo com a substância que reservam. O principal plasto conhecido é o cloroplasto, porém ainda há na célula vegetal os cromoplastos e leucoplastos.

O cloroplasto apresenta clorofila e carotenoides em seu interior e é o sítio da fotossíntese. No interior dessa organela são encontrados pequenos discos denominados de tilacoides, que ficam em algumas regiões formando pilhas que recebem o nome de grânulo ou grano. Esses tilacoides ficam emersos no estroma ou matriz do cloroplasto.

Os cromoplastos, outro tipo de plasto, apresenta como pigmentos os carotenoides e geralmente não possuem clorofila. Os leucoplastos, por sua vez, não apresentam pigmentos, estando estes relacionados com o armazenamento de substâncias. Os leucoplastos que armazenam amido, por exemplo, são chamados de amiloplastos e os que armazenam proteínas são chamados de proteinoplastos.

Os vacúolos de suco celular, geralmente chamados somente de vacúolos ou vacúolo central, também são organelas encontradas na célula vegetal, mas que são ausentes na célula animal. Eles caracterizam-se por serem regiões envolvidas por membrana única (tonoplasto) com líquido no seu interior (suco celular). Sua principal função é a manutenção do equilíbrio osmótico, entretanto muitos possuem a função de reserva de substâncias.

Nos vegetais, também encontramos o glioxissomos, cuja função principal é transformar os lipídios em glicídios. São fundamentais no momento da germinação das sementes.

Na célula vegetal, encontramos o vacúolo de suco celular, que é um tipo de vacúolo típico dessa célula. Vale salientar que outros vacúolos existem, como os vacúolos alimentares (encontrados em células animais), formados na fagocitose e os vacúolos contráteis encontrados em alguns organismos unicelulares.

Tabela com as características das células animais e vegetais

As células animais e vegetais apresentam algumas semelhanças e também algumas diferenças.
As células animais e vegetais apresentam algumas semelhanças e também algumas diferenças.

Veja a seguir um quadro com algumas das principais características das células animais e vegetais.

ESTRUTURA

CÉLULA ANIMAL

CÉLULA VEGETAL

Parede celular

Ausente

Presente

Membrana plasmática

Presente

Presente

Núcleo

Presente

Presente

Ribossomo

Presente

Presente

Retículo endoplasmático agranular ou liso

Presente

Presente

Retículo endoplasmático granular ou rugoso

Presente

Presente

Complexo Golgiense

Presente

Presente

Peroxissomo

Presente

Presente

Mitocôndria

Presente

Presente

Lisossomo

Presente

Ausente

Centríolos

Presente

Presente em apenas em alguns grupos, tais como briófitas e pteridófitas.

Plastos

Ausente

Presente

Vacúolo de suco celular

Ausente

Presente

Glioxissomos

Ausente

Presente

As células animais e vegetais são células do tipo eucarionte, ou seja, possuem um núcleo definido.
As células animais e vegetais são células do tipo eucarionte, ou seja, possuem um núcleo definido.
Publicado por: Vanessa Sardinha dos Santos
Artigo relacionado
Teste agora seus conhecimentos com os exercícios deste texto
Assista às nossas videoaulas

Assuntos Relacionados