Você está aqui
  1. Mundo Educação
  2. Biologia
  3. Reprodução
  4. Divisão binária

Divisão binária

A divisão binária, processo também chamado de fissão e cissiparidade, é um tipo de reprodução assexuada em que se formam organismos iguais àquele que os gerou.

A reprodução é definida em Biologia como a forma pela qual os organismos vivos produzem descendentes. A partir de um organismo preexistente, é então produzido outro que carrega material genético daquele que o originou. Sabemos hoje que a reprodução pode ser sexuada ou assexuada. A divisão binária é uma forma de reprodução assexuada.

→ O que é reprodução sexuada e assexuada?

A reprodução sexuada é aquela em que existe a presença de gametas e há a recombinação genética, que leva a uma maior variabilidade. Esse tipo de reprodução, que ocorre, por exemplo, em plantas e animais, é considerado mais complexo quando comparado à forma assexuada.

A reprodução assexuada é mais simples e, de uma maneira geral, mais rápida. Nesse tipo de reprodução, não há a presença de gametas, portanto, não ocorre a recombinação genética. Acontece ainda a formação de organismos idênticos ao que os gerou, ou seja, observa-se a formação de clones. Como exemplo de reprodução assexuada, podemos citar os processos de divisão binária, divisão múltipla, brotamento, fragmentação e propagação vegetativa.

→ O que é a divisão binária?

Não pare agora... Tem mais depois da publicidade ;)

A divisão binária recebe várias denominações e é também chamada de fissão, bipartição ou cissiparidade. Nesse tipo de reprodução, ocorre a divisão do organismo ao meio, originando outro ser idêntico ao que foi dividido. É comum em protozoários, bactérias e também em planárias.

Nos organismos eucariontes, essa reprodução acontece por meio da divisão mitótica, um processo de divisão celular em que o DNA é copiado e distribuído de maneira igual para as células-filhas. Nas bactérias, há a duplicação do DNA, um aumento da célula, a formação de um septo e uma posterior divisão celular, o que produz duas novas células.

Nas planárias, um organismo pluricelular, a divisão binária também ocorre. Nesse caso, inicialmente, o organismo sofre constrição mais ou menos na metade do seu corpo. Essa constrição leva à separação da cabeça e da região da cauda. Em seguida, ocorre a regeneração da parte restante.

Atenção: Como vimos neste texto, a divisão binária dá origem a clones. Entretanto, podem ocorrer mutações que produzem diferenças genéticas.

Na divisão binária, geralmente observa-se a formação de clones
Na divisão binária, geralmente observa-se a formação de clones
Publicado por: Vanessa Sardinha dos Santos
Artigo relacionado
Teste agora seus conhecimentos com os exercícios deste texto

Assuntos Relacionados