Fóssil

Os fósseis representam restos (ossos, dentes, tecidos orgânicos) ou vestígios (pegadas, fezes e caules petrificados) conservados de seres (animais ou vegetais) que viveram no passado, há mais de 10 mil anos, anterior a época Holocénica, período Neogeno, era Cenozóica.

Estas evidências, objetos de estudo da paleontologia, constituem o principal fundamento da teoria evolucionista, permitindo por análise anatômica ou por meio de indícios, a determinação de uma escala filogenética da evolução biológica, com base nas mudanças gradativas selecionadas e adaptadas juntamente a fatores catastróficos naturais.

Porém para tal existência de um registro fossilífero, normalmente uma situação rara, são necessárias condições específicas que contribuam para a formação e preservação de um ou vários exemplares fósseis.

Ambientes sedimentares são locais propícios para a ocorrência da fossilização. Quando um animal morre, pode ser sepultado pela deposição de areia, argila ou congelamento, impedindo ação de agentes decompositores.

Conforme o pacote sedimentar vai sendo compactado, formando uma rocha sedimentar, o conteúdo orgânico é proporcionalmente substituído por substâncias mineralógicas assumindo a conformação estrutural do tipo fossilífero, podendo este ser: um molde, um contra molde, uma petrificação ou uma impressão.

Assim, através dos fósseis foi possível compreender a evolução dos seres vivos, os mecanismos de adaptação e extinção dos organismos, reconstituição dos ambientes e climas do passado e também a história geológica da terra a partir da datação dos extratos rochosos.
fóssil que mantém relação evolutiva entre répteis e aves.
fóssil que mantém relação evolutiva entre répteis e aves.
Publicado por: Krukemberghe Divino Kirk da Fonseca Ribeiro

Assuntos Relacionados