Você está aqui
  1. Mundo Educação
  2. Biologia
  3. Genética
  4. Genótipo e Fenótipo

Genótipo e Fenótipo

Genótipo é o conjunto formado pelos genes de um indivíduo que não são modificados naturalmente. O fenótipo refere-se às características visíveis que podem ser modificadas.

O estudo da genética, atualmente, apresenta uma enorme evolução, ainda mais com a associação de outras ciências e engenharias que têm permitido descobertas e criações que revolucionam as pesquisas para o tratamento de doenças, o estudo dos seres vivos atuais e os mecanismos de evolução.

No entanto, por mais avançado que seja o estudo no campo da genética, o conhecimento de determinados conceitos básicos é fundamental. Desta maneira, termos como fenótipo e genótipo se constituem como fundamentos para permitir a compreensão dos diversos fenômenos e fatores que acontecem na atualidade, como questões de hereditariedade e paternidade, e outros, que são divulgados pelos meios de comunicação especializados, como o caso das descobertas no campo da biotecnologia.

Estes dois termos (fenótipo e genótipo) foram criados em 1909 pelo pesquisador dinamarquês Wilhelm L. Johannsen que, neste mesmo ano, também criou a palavra gene para designar os pedaços de cromossomos identificados pelo americano Thomas Morgan.

De acordo com Johannsen, o termo fenótipo serviria para atribuir características morfológicas, fisiológicas ou mesmo relacionadas ao comportamento do ser vivo estudado. Essa característica nem sempre seria visível e expressa externamente, podendo ser fatores como o tipo de sangue ou características bioquímicas próprias daquele indivíduo.

Exemplos comuns para se compreender o que seria o fenótipo são a cor de nossa pele e olhos, a textura de uma fruta, o tipo sanguíneo de uma pessoa, formato dos olhos, tipo de cabelo, etc.

Não pare agora... Tem mais depois da publicidade ;)


O fenótipo pode ser alterado!

Entretanto, o fenótipo não é uma característica que permanece inalterada no ser vivo, sendo que esta se modifica através da interação entre o ambiente e suas características genéticas. Assim, temos hoje mulheres que nascem com cabelos pretos e, com o auxílio de tinturas artificiais, modificam seu fenótipo passando a ostentar cabelos loiros. Contudo, quando o cabelo cresce, a raiz do cabelo permanece preta como expressa por sua natureza genética.

Essa característica genética que permite que o cabelo cresça com sua coloração original inalterada, mesmo após sucessivas tinturas, é conhecida como genótipo. O termo genótipo se refere ao conjunto formado pelos genes de um indivíduo que não são modificados naturalmente. Logo, os genes que formam uma pessoa procedem de seus pais e estes determinam seu genótipo.

Dessa forma, temos uma relação direta entre o genótipo e o fenótipo, sendo que o genótipo é quem determina o fenótipo de uma pessoa, por exemplo. Assim, características presentes nos pais são transmitidas e podem ser expressas nos filhos. Já o fenótipo pode ser alterado temporariamente sem determinar alteração no genótipo.

Fabrício Alves Ferreira
Graduado em Biologia
Equipe Mundo Educação

Publicado por: Fabricio Alves Ferreira
Artigo relacionado
Teste agora seus conhecimentos com os exercícios deste texto

Assuntos Relacionados