Você está aqui
  1. Mundo Educação
  2. Biologia
  3. Fisiologia
  4. Importância das lágrimas para os olhos

Importância das lágrimas para os olhos

As lágrimas são substâncias produzidas pelas glândulas lacrimais que apresentam como principal função lubrificar os olhos.

Quando choramos, seja de alegria, seja de tristeza, observamos as lágrimas escorrendo sobre o nosso rosto. Essa substância, entretanto, não serve apenas para demonstrar o nosso sentimento, pois exerce diversas funções importantes para a manutenção da saúde dos olhos.

A lágrima, também chamada de filme lacrimal, é uma substância produzida pelas glândulas lacrimais e apresenta em sua composição água, sais minerais, proteínas e gordura. Ela é constantemente produzida pelo organismo, mas não sai pelos nossos olhos de maneira contínua.

Após serem produzidas, as lágrimas são lançadas pelas glândulas lacrimais na superfície do olho. Posteriormente, elas são drenadas por aberturas no canto das pálpebras e levadas por canais, as “vias lacrimais”, dos olhos até o nariz. Ao chegar a esse órgão, as lágrimas partem em direção à garganta. Observe a figura a seguir:

Observe as vias lacrimais e como as lágrimas são drenadas dos olhos
Observe as vias lacrimais e como as lágrimas são drenadas dos olhos

Quando ocorre um momento de grande emoção, o sistema límbico, no cérebro, estimula as glândulas lacrimais a produzirem mais lágrimas e estas acabam saindo pelos olhos. Entretanto, a produção exagerada não acontece apenas quando estamos emocionados. Ao cair algum cisco nos olhos, por exemplo, a lágrima é produzida para limpar a região.

Não pare agora... Tem mais depois da publicidade ;)

A principal função das lágrimas é garantir que o olho fique lubrificado, limpo e protegido de lesões decorrentes de micro-organismos e substâncias estranhas, tais como pequenos grãos de areia. Sendo assim, fica fácil perceber por que a produção de lágrimas aumenta quando algo atinge nossos olhos.

Algumas pessoas apresentam baixa produção de lágrimas pelas glândulas lacrimais, o que caracteriza uma doença denominada de síndrome do olho seco. A falta de lágrimas leva ao ressecamento dos olhos, que, por sua vez, desencadeia vermelhidão, coceira e ardor. Em alguns casos mais graves, observa-se até mesmo dificuldade de movimentar as pálpebras. A síndrome do olho seco é tratada por meio de lubrificantes oculares, que estão disponíveis na forma de colírio ou pomada.

Outro problema de saúde relacionado com a produção de lágrimas é a obstrução das vias lacrimais. Nesses casos, observa-se a liberação constante de lágrimas, como se o paciente estivesse chorando o tempo todo. Também é comum que as pálpebras fiquem vermelhas e inchadas. O tratamento recomendado, nesses casos, é massagem e uso de antibióticos.

Atenção: Ao perceber olhos irritados e vermelhos, procure imediatamente um médico oftalmologista.

As lágrimas são produzidas pelas glândulas lacrimais
As lágrimas são produzidas pelas glândulas lacrimais
Publicado por: Vanessa Sardinha dos Santos

Assuntos Relacionados