Você está aqui
  1. Mundo Educação
  2. Biologia
  3. Ecologia
  4. Insetos Sociais

Insetos Sociais

“Os insetos sociais organizam-se em sociedade, ou seja, existe uma divisão de classes. Uma das divisões mais conhecidas desses insetos são as abelhas.”

Os artrópodes são animais invertebrados que apresentam patas articuladas; desempenham diferentes papéis ecológicos e têm grandes variações entre si, desde pequenas pulgas até perigosos escorpiões. Mas uma característica interessante apresentada por alguns insetos chama a atenção, eles se organizam em sociedade.

A ordem Hymenoptera reúne diversas espécies de insetos que se destacam dos outros pela organização de seus indivíduos; abelhas e formigas representam essa ordem, já os cupins pertencem à ordem Isoptera, no entanto, todos vivem em sociedades altamente organizadas.

Esse tipo de organização é conhecido como eusociedade, em razão da divisão de classes e da perfeição como executam suas atribuições, mesmo que isso as leve à morte.

Na sociedade das abelhas há três classes sociais: Rainha, zangão e operária. A rainha é a única fêmea fértil da colmeia, enquanto que a operária é estéril; dessa forma, a rainha tem o papel de reprodução e é responsável por colocar todos os ovos dos quais se originarão os demais indivíduos. As operárias têm seu papel na construção e manutenção da parte física da colmeia, incluindo a produção do mel. Quanto aos zangões, são machos que têm a finalidade de fecundar a rainha.

Diferente de outros animais, nesse caso existe diferença entre a fêmea estéril, operária; e a fértil, rainha. Cientistas creditam essa diferença, entre outros fatores, ao alimento oferecido a elas na fase larval. Se a larva for alimentada com mel, se tornará operária; se alimentada com geleia real, se tornará rainha. Quanto à origem do macho, acontece de uma forma também diferenciada; dos óvulos não fecundados se originam os zangões, tendo somente informações genéticas da rainha.

Não pare agora... Tem mais depois da publicidade ;)

Uma jovem rainha, ao atingir sua maturidade sexual, sai de sua colmeia original, junto com um grupo de operárias, voa e se acasala com vários zangões, armazenando seus espermatozoides. Formam uma nova colmeia e a rainha inicia a postura dos ovos.

No caso das formigas, a sociedade é organizada da mesma forma das abelhas, com macho, rainha e operária. Machos e fêmeas férteis no período de reprodução apresentam asas. Aos machos férteis cabe o papel de fecundar a rainha e morrer. Então quem seriam os soldados nos formigueiros? As fêmeas estéreis podem ser operárias ou soldados!


A saúva soldado é uma fêmea!

Outra curiosidade é que as saúvas não se alimentam diretamente das folhas que coletam. Elas mastigam os pedaços, misturando-os com saliva. Sobre essa mistura cresce um fungo, que é ingerido pela saúva. Ao se alimentar, uma formiga guarda sempre um pouco de alimento, que pode ser dividido com outras formigas, bastando que uma toque a outra com as antenas.

Existem filmes que apresentam um pouco dessa temática, entre outros destacamos o FormiguinhaZ, de Eric Darnell e Tim Johnson, uma animação da DreamWorks e da Pacific Data Imagens, que apresenta a questão das classes ou castas sociais desse animais.

Fabrício Alves Ferreira
Graduado em Biologia
Equipe Mundo Educação

Publicado por: Fabricio Alves Ferreira
Abelhas – Exemplo de animais sociais
Abelhas – Exemplo de animais sociais

Assuntos Relacionados