Você está aqui
  1. Mundo Educação
  2. Biologia
  3. Ecologia
  4. Nicho fundamental e nicho efetivo

Nicho fundamental e nicho efetivo

A principal diferença entre nicho fundamental e nicho efetivo está no fato de que esse último leva em consideração a competição e a predação.

O conceito de nicho ecológico mais utilizado é o de nicho funcional, que indica o papel de uma espécie em um ecossistema
O conceito de nicho ecológico mais utilizado é o de nicho funcional, que indica o papel de uma espécie em um ecossistema

A expressão nicho ecológico normalmente é utilizada para denominar a maneira como um determinado ser vivo vive, ou seja, seu papel em determinado ecossistema. Entretanto, além desse conceito, conhecido como nicho funcional, existem outras definições de nicho.

Na década de 1950, foi proposto por Everlyn Hutchinson o conceito de nicho ecológico multidimensional. O nicho proposto por Hutchinson poderia ser visualizado como um “hipervolume” dentro do qual existiam diversos eixos que representavam as diferentes variáveis ambientais, tanto físicas quanto biológicas. O nicho seria então as diferentes combinações dessas variáveis, que permitiriam a sobrevivência de uma dada espécie e limitariam sua abundância e distribuição.

Esse nicho multidimensional pode ser classificado em duas subcategorias: o nicho fundamental e o nicho efetivo. Denominamos de nicho fundamental aquele que engloba todas as condições e recursos que permitem uma determinada espécie existir e reproduzir-se. No nicho fundamental, é excluída a existência de qualquer inimigo natural e a competição interespecífica.

O nicho efetivo, também denominado de realizado, por sua vez, descreve um intervalo mais limitado, levando também em consideração a presença de competidores e predadores. Podemos dizer ainda que o nicho efetivo é a faixa ambiental onde realmente se encontra uma determinada espécie.

Não pare agora... Tem mais depois da publicidade ;)

Imagine a seguinte situação: uma população migra para colonizar uma determinada área. Ela poderia retirar tudo que necessita para sobreviver daquela região, entretanto, naquele local existem outras espécies competidoras e ocorre uma sobreposição de nicho. De acordo com o princípio de exclusão competitiva, duas espécies competidoras com mesmo nicho não podem coexistir. Sendo assim, a fim de evitar a competição e garantir a coexistência, essas espécies mudam seus nichos efetivos.

Caso uma das espécies não consiga modificar seu nicho efetivo, a competição poderá causar a eliminação de uma delas. Isso acontece quando, por exemplo, uma espécie possui um nicho efetivo que preenche todo o nicho fundamental da outra espécie.

Percebe-se, portanto, que o nicho de uma espécie deve ser observado em determinado período de tempo e em um habitat determinado. Interações com outras espécies, a época do ano e mudanças ambientais causadas pelo homem, por exemplo, podem desencadear mudanças no nicho de uma espécie.

Artigo relacionado
Teste agora seus conhecimentos com os exercícios deste texto

Assuntos Relacionados