Você está aqui
  1. Mundo Educação
  2. Biologia
  3. Animais
  4. Onça-pintada (Panthera onca)

Onça-pintada (Panthera onca)

A onça-pintada pode ser encontrada do sul dos Estados Unidos até a Argentina. Solitários, machos e fêmeas encontram-se somente no período reprodutivo.

Reino Animalia
Filo Chordata
Classe Mammalia
Ordem Carnivora
Família Felidae
Gênero Panthera
Espécie Panthera onca


A onça-pintada é encontrada no cerrado, caatinga, pantanal e florestas tropicais; do sul dos Estados Unidos até à Argentina. De comprimento de aproximadamente um metro e oitenta, cauda de mais de cinquenta centímetros, altura de até setenta e cinco centímetros, e peso que varia entre sessenta e cento e cinquenta quilos; este animal é considerado o maior felino das Américas.

Este animal robusto apresenta coloração que varia do bege ao amarelo-acastanhado, acompanhada de pintas escuras, formando rosetas; e seu ventre tem cor branca. Suas pernas são relativamente curtas e a cabeça é arredondada.

Ao contrário da maioria dos felinos, a onça não mia. Sua vocalização é semelhante a um ronco forte, e é denominada esturro. Outra curiosidade é que a Panthera onca salta e nada com bastante agilidade; e arranha árvores e urina com frequência, com a finalidade de demarcar seu território.

Solitários, machos e fêmeas se encontram somente no período reprodutivo, e se separam antes dos filhotes nascerem. A cada gestação, de duração de aproximadamente 100 dias, costumam nascer de dois a quatro filhotes, que permanecerão com a mãe até aproximadamente dois anos e meio de vida, atingindo a maturidade sexual entre dois e quatro anos. A expectativa de vida para cada indivíduo é de vinte e cinco anos.

Tais animais são carnívoros, alimentando-se de mamíferos de pequeno e médio porte, répteis, peixes e aves. Eles ingerem cerca de dois quilos de carne ao dia, escolhendo presas mais vulneráveis. Para tal, se deslocam contra o vento, se aproximam vagarosamente de seu futuro banquete, e o surpreendem saltando em seu dorso.

Em situações de escassez de alimentos, podem aproximar-se de locais de ocupação humana, utilizando animais domésticos, ou aqueles destinados ao abate, como componentes de sua alimentação. Em razão deste fato, não são raros os casos em que, principalmente fazendeiros, matam as onças encontradas. Isso se mostra contraditório já que, em grande parte das vezes, há escassez de alimento em virtude da perda de habitats provocada por atividades relacionadas à agropecuária.

Os dois fatores citados são os principais responsáveis pelo status de “quase ameaçada” que a onça-pintada recebeu, em 2008, pela União Internacional para a Conservação da Biodiversidade (IUCN).


Curiosidades:

Apesar de muito temida pelo homem, a onça-pintada procura evitar o contato com nossa espécie, atacando somente em casos de legítima defesa, e para a proteção de seus filhotes.

A onça-preta, também chamada de jaraguá-pichuna, pertence à mesma espécie que as demais onças-pintadas. No caso dela, ocorre um fenômeno chamado melanismo, que faz com que a coloração amarela seja substituída por tons escuros.

Por Mariana Araguaia
Bióloga, especialista em Educação Ambiental
A onça-pintada é um animal de hábitos solitários.
A onça-pintada é um animal de hábitos solitários.
Publicado por: Mariana Araguaia de Castro Sá Lima

Assuntos Relacionados