Pitomba

A pitomba, Eugenia Iuschnathiana, pertence à família Myrtaceae e é encontrada desde a região Amazônica até a Mata Atlântica. É também conhecida como olho-de-boi e caruiri e é muito cultivada nos estados do Nordeste, principalmente em Pernambuco.

O fruto da pitombeira tem seu nome originado do tupi e quer dizer “sopapo”. A pitombeira frutifica nos meses de janeiro a abril, e pertence à mesma família das jabuticabas.

A polpa da pitomba fica protegida por uma casca dura e quebradiça de cor marrom. Sua polpa é esbranquiçada, bem suculenta, levemente ácida e doce, de sabor bem agradável. Essa fruta pode ser consumida in natura ou na forma de licores, não sendo muito empregada na culinária.

Não pare agora... Tem mais depois da publicidade ;)

A árvore da pitombeira atinge até 12 metros de altura e pode ser utilizada na recuperação de áreas degradadas, pois serve de alimentação para inúmeras espécies de aves. Pode ser empregada também na arborização de parques e praças.

A pitomba é muito rica em vitamina C, e suas folhas, por serem ricas em tanino, são utilizadas para impedir que o couro, ao ser curtido, apodreça. Em estudos recentes, uma proteína retirada da pitomba promete eficácia contra fungos e carunchos em plantações de cana-de-açúcar e café, e também em grãos de feijão e soja que ficam estocados. Segundo a medicina caseira, o caroço adstringente da pitomba é eficaz no tratamento de diarreias graves.

Publicado por: Paula Louredo Moraes
A pitomba é um fruto que possui uma casca dura, mas quebrável, e sua árvore pode atingir até 12 metros de altura
A pitomba é um fruto que possui uma casca dura, mas quebrável, e sua árvore pode atingir até 12 metros de altura

Assuntos Relacionados