Placenta

Placenta: um importante órgão entre o organismo materno e o feto.
Placenta: um importante órgão entre o organismo materno e o feto.

A placenta é um órgão presente na classe de mamíferos vivíparos (placentários), cuja função é realizar o intercâmbio de substâncias (nutrientes, gases e secreções), entre a circulação materna e a circulação do feto, atuando temporariamente como: pulmão, intestino, rim, fígado e adrenal.

Esse anexo embrionário tem aspecto esponjoso, formado por partes fetais e maternas, estabelecida primariamente pelo contato da membrana da célula ovo ou zigoto com a mucosa uterina, e posteriormente por tecidos derivados do córion.

Principais substâncias e agentes patogênicos que atravessam a placenta:

- Gás carbônico e oxigênio
- Carboidratos
- Anticorpos
- Excretas nitrogenadas
- Alguns vírus (rubéola, hepatite B, HIV)
- Algumas bactérias (Treponema pallidum, causa Sífilis)
- Alguns protozoários (Trypanosoma cruzi, doença de Chagas)
- Toxinas (nicotina, álcool e drogas em geral)

A placenta também realiza importante atividade endócrina, colaborando diretamente com o metabolismo gestacional, produzindo os seguintes hormônios: progesterona, estrógeno, gonadotrofina coriônica, hormônio lactog ênio e prostaglandinas (manutenção da gravidez e indução do parto).

Durante o desenvolvimento embrionário, não há penetração de vasos sangüíneos comunicantes da mãe em direção ao feto, e muito menos do feto em direção à mãe. As trocas de substâncias são mediadas pelo cordão umbilical, constituídos por duas artérias e uma veia.

- As artérias conduzem sangue com baixa concentração em oxigênio, do embrião para a placenta;
- A veia conduz sangue com alta concentração em oxigênio, da placenta para o embrião.

Não pare agora... Tem mais depois da publicidade ;)
Artigo relacionado
Teste agora seus conhecimentos com os exercícios deste texto

Assuntos Relacionados