Você está aqui
  1. Mundo Educação
  2. Biologia
  3. Ecologia
  4. Poluição
  5. Poluição marítima

Poluição marítima

Os mares compõem aproximadamente 71% da superfície do planeta e abriga milhares de espécies que necessitam de água e dos nichos ecológicos para viverem. Apesar da vida existente embaixo d’água, a interferência do homem e o seu descaso em relação a essas vidas os têm afetado grandemente.

Não existem mistérios acerca da poluição marítima. O derramamento de esgoto não-tratado nas águas, assim como objetos descartados e poluentes levados pelos rios, são as causas dessa poluição. Atualmente o oceano Pacífico abriga a chamada “Grande mancha de lixo” entre o Havaí e a Califórnia. Esse grande depósito contém plásticos, restos de materiais de pesca, roupas, garrafas, produtos tóxicos entre outros materiais.

A maioria desses materiais liberados nos oceanos demora muito tempo para se decompor, dificultando a vida marinha; já que os seres ali viventes necessitam de seu habitat favorável para sua sobrevivência, sendo essenciais: água limpa, biodiversidade para garantir alimento e espaço para que consigam se locomover, pois objetos podem ser engolidos ou paralisados nas brânquias. Tais lixos depositados nos oceanos se originam em locais diversos como indústrias, residências, embarcações, navios e mais.

Apesar da diversidade de poluentes que os mares recebem, o que mais gera preocupação é o petróleo. Esse produto forma uma película sobre a água por causa de sua densidade, resultando em grandes conseqüências, já que impede a passagem da luz, encobre os animais viventes, intoxicando-os e comprometendo o equilíbrio ecológico.
Ave coberta por petróleo derramado no mar.
Ave coberta por petróleo derramado no mar.
Publicado por: Gabriela Cabral

Assuntos Relacionados