Testículos

Os testículos são órgãos do sistema genital masculino que produzem espermatozoides e o hormônio testosterona, sendo fundamentais para a reprodução.

Os testículos são órgãos encontrados no corpo masculino que apresentam importantes funções reprodutivas. São os testículos os responsáveis pela produção de espermatozoides e do hormônio testosterona.

Anatomia dos testículos

Os testículos são órgãos ovais encontrados no homem. Eles possuem cerca de 5 cm de comprimento e, após o nascimento, encontram-se dentro do saco escrotal. Durante o desenvolvimento no corpo da mãe, até por volta do sétimo mês, os testículos estão localizados no interior da cavidade abdominal. Em alguns casos, o testículo não desce e permanece no abdômen, uma condição conhecida como criptorquidia.

Cada testículo é envolto por uma cápsula de tecido conjuntivo que recebe o nome de túnica albugínea. Essa túnica forma o mediastino do testículo, uma região de onde partem septos fibrosos, que dividem o testículo em lóbulos, os quais podem ter intercomunicação. Em cada lóbulo, existe uma série de túbulos enovelados chamados de túbulos seminíferos. Entre esses túbulos, existem locais repletos de células com lipídios, as chamadas células intersticiais de Leydig.

Produção de hormônio pelo testículo

O hormônio sintetizado pelos testículos é a testosterona, que é produzida pelas células intersticiais de Leydig. Esse hormônio é fundamental para o amadurecimento sexual e fertilidade do homem, sendo o responsável por promover e manter a espermatogênese, garantir o aumento dos músculos e o agravamento da voz, inibir o desenvolvimento das mamas, além de estar relacionado com a libido.

Não pare agora... Tem mais depois da publicidade ;)

Produção de células reprodutivas (espermatogênese)

A produção de espermatozoides ocorre na parede dos túbulos seminíferos. Estima-se que cada testículo possua entre 250 e 1000 túbulos seminíferos. Desde o nascimento, há células germinativas que se dividem por mitose e originam as espermatogônias. Na puberdade, as espermatogônias começam a se diferenciar e originam os espermatócitos primários, que sofrem meiose, dando origem aos espermatócitos secundários e, posteriormente, espermátides.

As espermátides passam pelo processo de espermiogênese, o qual origina os espermatozoides. Na espermiogênese, surge a região da cabeça do espermatozoide e também o flagelo.

CURIOSIDADE: Você sabe por que o testículo deve ficar fora do corpo, no saco escrotal? Isso se deve ao fato de que os espermatozoides devem ser produzidos em uma temperatura inferior àquela apresentada pelo organismo.

Os testículos são encontrados no interior do saco escrotal
Os testículos são encontrados no interior do saco escrotal
Publicado por: Vanessa Sardinha dos Santos
Artigo relacionado
Teste agora seus conhecimentos com os exercícios deste texto

Assuntos Relacionados