Você está aqui
  1. Mundo Educação
  2. Biologia
  3. Seres Vivos
  4. Reino Animalia
  5. Tipos de circulação sanguínea

Tipos de circulação sanguínea

Os animais apresentam diferentes tipos de circulação sanguínea. Os humanos, por exemplo, apresentam sistema circulatório fechado e circulação dupla e completa.

A circulação humana é dupla e completa
A circulação humana é dupla e completa

Sempre que pensamos em circulação sanguínea, imaginamos o sangue correndo dentro dos vasos sanguíneos, sendo bombeado pelo coração. Entretanto, nem todos os animais apresentam o mesmo tipo de circulação e de sistema circulatório.

Os sistemas circulatórios dos animais podem ser divididos em dois grupos principais: sistema circulatório aberto ou sistema fechado.

- Sistema circulatório aberto: É aquele tipo de sistema em que o fluido sanguíneo, também chamado de hemolinfa, circula também fora de vasos, caindo em cavidades e lacunas entre os órgãos. Nessas lacunas o sangue encontra-se diretamente com as células, realiza as trocas de substâncias e retorna ao coração. Artrópodes e alguns moluscos apresentam esse tipo de sistema circulatório.

- Sistema circulatório fechado: Nesse tipo de sistema o sangue fica apenas dentro dos vasos sanguíneos. É um tipo mais eficiente quando comparado ao aberto, uma vez que a velocidade de transporte é superior graças à pressão. Nesse sistema é possível observar artérias, arteríolas, veias, vênulas e capilares. Esses últimos são os locais onde ocorrem as trocas de substâncias. Anelídeos, alguns moluscos e os vertebrados possuem esse tipo de sistema circulatório.

O sistema circulatório dos anelídeos é fechado
O sistema circulatório dos anelídeos é fechado

Além dessa classificação, nos vertebrados, podemos dividir a circulação em simples ou dupla.

- Circulação simples: É aquela em que o sangue passa apenas uma vez pelo coração. Nesse caso, o coração tem contato apenas com sangue rico em gás carbônico, que é bombeado para as brânquias onde sofre o processo de oxigenação. É um tipo de circulação encontrado em animais que possuem respiração branquial.

Não pare agora... Tem mais depois da publicidade ;)

- Circulação dupla: Nesse tipo de circulação, o sangue passa duas vezes pelo coração durante um ciclo completo. Esse ciclo é composto por um circuito que leva sangue até os pulmões para a realização da hematose (circulação pulmonar) e outro responsável por levar o sangue aos outros tecidos (circulação sistêmica). O coração recebe, portanto, sangue rico em oxigênio e rico em gás carbônico. Todos os animais com respiração pulmonar apresentam circulação dupla.

A circulação dupla pode ainda ser dividida em completa e incompleta.

- Circulação incompleta: A anatomia do coração faz com que o sangue rico em oxigênio misture-se com o sangue rico em gás carbônico. Esse tipo de circulação acontece nos anfíbios e répteis. No primeiro grupo, observa-se um coração com três cavidades (dois átrios e um ventrículo). Já nos répteis encontram-se corações com quatro cavidades completamente separadas em algumas espécies e, em outras, observa-se uma pequena abertura entre os ventrículos. Mesmo nos répteis que apresentam quatro cavidades bem separadas, ocorre a mistura de sangue no forame de Panizza.

- Circulação completa: É aquela em que o sangue rico em oxigênio não se mistura com o sangue rico em gás carbônico. Ocorre em aves e mamíferos, uma vez que estes possuem o coração completamente dividido em quatro cavidades: dois átrios e dois ventrículos.

Atenção: Alguns animais não apresentam sistema circulatório. Esse é o caso dos poríferos, cnidários, platelmintos, nematódeos e equinodermos.

Artigo relacionado
Teste agora seus conhecimentos com os exercícios deste texto

Assuntos Relacionados