Você está aqui
  1. Mundo Educação
  2. Curiosidades
  3. Evolução da TV

Evolução da TV

As TVs de tubo dominaram o mercado até a década de 90, quando houve uma evolução e começaram a surgir novas tecnologias, como LCD, plasma e LED.

Evolução da TV
Desde a década de 90, as TVs têm evoluído rapidamente para modelos cada vez mais leves, com telas finíssimas e imagens de alta definição

A invenção da televisão revolucionou a comunicação no século XX, acelerando o processo de transmissão de informações. A criação desse aparelho que está presente em praticamente todos os lugares do globo ocorreu em 1920, quando o escocês John Baird desenvolveu a tecnologia primária da televisão, conseguindo obter êxito em questões relacionadas com a nitidez de imagens e sons.

No Brasil, na década de 1950, o empresário Assis Chateaubriand foi o responsável pela difusão da TV, criando a TV Tupi, a primeira emissora brasileira.

Evolução da TV

→ TV de tubo

Em 1923, o russo Wladimir Zworykin desenvolveu e patenteou o ionoscópio, aparelho que mais tarde proporcionou a criação dos tubos de raios catódicos que compunham as televisões mais antigas. Os monitores CRT (Cathode ray tube – Tubo de raios catódicos) dominaram o mercado até a década de 90.

Tubo de raios que compõe a TV CRT
Tubo de raios que compõe a TV CRT

O mecanismo que fazia funcionar os aparelhos do tipo CRT era constituído por um canhão eletrônico que gerava feixes de elétrons acelerados por uma diferença de potencial. Ao serem aceleradas, as partículas que compunham os feixes chegavam a uma região onde estavam bobinas. Esses equipamentos geravam campos magnéticos verticais e horizontais. As cargas elétricas em movimento sob ação do campo magnético ficavam sujeitas a uma força magnética, que fazia com que os elétrons percorressem toda a extensão da tela. Ao atingirem a tela, composta por material sensível à luz, os elétrons deixavam manchas que, unidas, formavam as imagens.

A TV CRT era grande e pesada e oferecia uma imagem sem muita definição.

→ TV LCD

No início dos anos 90, a tecnologia LCD (Liquid Crystal Display – Display de Cristal Líquido) foi desenvolvida. As TVs LCD proporcionavam melhores imagens e eram mais leves que as TVs CRT.

Não pare agora... Tem mais depois da publicidade ;)

A tecnologia LCD funciona por meio de um líquido polarizador de luz que possui suas moléculas organizadas em padrões exatos, conferindo a característica de cristal. Esse material fica entre duas lâminas transparentes e funciona por meio de tensões elétricas aplicadas a pontos específicos da tela.

→ TV de plasma

Nas TVs de plasma, a imagem é formada a partir da ionização de pequenas quantidades de gás confinadas em células espalhadas ao longo da tela. A união das células forma a imagem que vemos na tela. As imagens geradas pela TV de plasma possuem qualidade superior àquelas geradas pela tecnologia LCD, mas essa tecnologia consome mais energia e possui tempo de vida útil curto.

→ TV de LED

Lâmpadas de LED
Lâmpadas de LED

O LED é uma pequena lâmpada constituída de material semicondutor que emite luz. Nas televisões com essa tecnologia, a luz não é ionizada, mas, sim, gerada por uma infinidade de LEDs. As telas dessas TVs podem apresentar apenas 3 cm de espessura!

O desenvolvimento de novas tecnologias deixou as TVs mais leves, com telas muito mais finas e imagens com altíssima definição. O futuro das telas de aparelhos de televisão e eletroeletrônicos gerais são as telas de OLED (Organic Light Emitting Diode – Diodo Orgânico Emissor de Luz), que possui funcionamento semelhante ao LED, mas a emissão de luz é feita por um material orgânico.

Desde sua invenção, a televisão passou por grandes evoluções
Desde sua invenção, a televisão passou por grandes evoluções

Assuntos Relacionados