Você está aqui
  1. Mundo Educação
  2. Curiosidades
  3. Origem da Piastra

Origem da Piastra

Origem da Piastra
Chapinha elétrica: um aparelho que tem se tornado indispensável entre as mulheres.
A chapinha, também conhecida como piastra, é um aparelho muito utilizado hoje em dia para alisar os cabelos. A moda tem crescido ultimamente e a chapinha tem se tornado quase indispensável entre as mulheres que desejam mudar temporariamente o aspecto do cabelo.

A vontade de alisar os cabelos não é algo que faz parte somente da modernidade, existe desde os tempos dos faraós, porém a técnica utilizada era bem diferente. Naquele tempo a cabeleira era alisada com banha de porco, sebo e óleo de peixe. A ambição pelos cabelos lisos acompanhou a humanidade. No século 19, as mulheres domavam o cabelo pela ação do secador, toalhas molhadas em água fervente e barras de ferro aquecidas em carvão.

Em 1906, surgiu um pente elétrico, criação do engenheiro americano Simon E. Monroe. Três anos depois, Isaak K. Shero também engenheiro, teve a idéia do flat iron, um modelo da chapinha como é conhecida hoje, que era aquecida em fogareiros.

Não pare agora... Tem mais depois da publicidade ;)

A piastra elétrica surgiu na década de 80 e fez sucesso entre o “universo” feminino que pertencia a classes sociais mais abastadas. Atualmente, a piastra pode ser adquirida com mais facilidade, já que são disponíveis em diversos preços e qualidades, como por exemplo, as de turmalina que diminuem a eletricidade estática dos fios e outras de cerâmica que por emitir infravermelho e íons negativos aumenta a durabilidade do penteado.

Um cuidado que se deve tomar é quanto ao uso excessivo da chapinha, pois pode prejudicar os cabelos, enfraquecendo-os. Limite o uso a, no máximo, duas vezes por semana, a 140 ºC.

Assuntos Relacionados