Você está aqui
  1. Mundo Educação
  2. Datas Comemorativas
  3. Outubro
  4. 16 de outubro - Dia Mundial da Alimentação

16 de outubro - Dia Mundial da Alimentação

Dia Mundial da Alimentação é comemorado no 16 de outubro e foi criado com o intuito de desenvolver uma reflexão a respeito do quadro atual da alimentação mundial. A data foi escolhida para lembrar a criação da Organização das Nações Unidas para a Alimentação e Agricultura (FAO), em 1945. A primeira comemoração da data ocorreu no ano de 1981, quando o tema abordado foi “A comida vem primeiro”.

Saiba mais: Alimentação - forma do organismo obter nutrientes para a sua sobrevivência

Organização das Nações Unidas para a Alimentação e Agricultura (FAO)

A Organização das Nações Unidas para a Alimentação e Agricultura (FAO) é uma agência das Nações Unidas que apresenta como um dos seus principais papeis liderar os esforços internacionais para derrotar a fome no planeta.

De acordo com a própria FAO, o objetivo da organização é alcançar a segurança alimentar de todos e garantir que as pessoas tenham acesso regular a alimentos de alta qualidade suficientes para levar-se uma vida ativa e saudável.

A FAO foi criada em 16 de outubro de 1945, sendo essa data a escolhida para comemorar-se o Dia Mundial Da Alimentação.

O Dia Mundial da Alimentação foi escolhido para coincidir com o dia de criação da FAO.
O Dia Mundial da Alimentação foi escolhido para coincidir com o dia de criação da FAO.

Temas do Dia Mundial da Alimentação

O Dia Mundial da Alimentação traz temas que nos fazem pensar a respeito da população carente, sua segurança alimentar e nutrição. Entende-se por segurança alimentar uma alimentação saudável, acessível, de qualidade, em quantidade suficiente e de modo permanente. Essa realidade, infelizmente, não é vivida por uma grande parte da população brasileira e mundial.

A cada ano um tema é escolhido e, com base nele, diversas atividades artísticas, esportivas e acadêmicas vão sendo realizadas ao redor do mundo. Alguns temas já abordados no dia Mundial da Alimentação merecem destaque, como:

Pobreza rural (1985); Alimentação e meio ambiente (1989); A luta contra a fome e a desnutrição (1996); Lutar contra a fome para reduzir a pobreza (2001); Preço dos alimentos: da crise à estabilidade (2007); Sistemas alimentares saudáveis (2013); Proteção social e agricultura: quebrando o ciclo da pobreza rural (2015); O clima está mudando, alimentação e a agricultura também (2016); Mudar o futuro da migração: investir em segurança alimentar e no desenvolvimento rural (2017); Nossas ações são nosso futuro: um mundo #fomezero para 2030 é possível (2018); e Dietas saudáveis para um mundo de #fomezero (2019).

Não pare agora... Tem mais depois da publicidade ;)

Acesse também: Alimentação das gestantes

A alimentação no mundo

Enquanto muitos de nós ficamos divididos ao escolher em qual fast food vamos comer, muitas pessoas não têm acesso a nenhum tipo de alimento. Você sabia, por exemplo, que milhões de pessoas vivem em uma situação denominada insegurança alimentar? Isso quer dizer que essas pessoas não possuem uma alimentação saudável, de qualidade ou em quantidade suficiente para suprir suas necessidades. Atualmente o número de pessoas que vivem com insegurança alimentar moderada ou grave é de 2 bilhões de pessoas.

No Brasil, uma alimentação de qualidade é um direito de todos, sendo assegurada por lei. Segundo a lei nº 11.346, de 15 de setembro de 2006, art. 2º, “a alimentação adequada é direito fundamental do ser humano, inerente à dignidade da pessoa humana e indispensável à realização dos direitos consagrados na Constituição Federal, devendo o poder público adotar as políticas e ações que se façam necessárias para promover e garantir a segurança alimentar e nutricional da população”. Apesar de estar previsto na legislação, muitas pessoas padecem sem ter o que comer.

Muitas pessoas no mundo sofrem com insegurança alimentar.
Muitas pessoas no mundo sofrem com insegurança alimentar.

Segundo o relatório da Organização das Nações Unidas (ONU), “O estado da segurança alimentar e da nutrição no mundo”, a fome é uma situação enfrentada por muitas pessoas. No ano de 2018, cerca de 821,6 milhões de pessoas passavam fome. A África destaca-se nesse cenário com as maiores taxas de fome no planeta.

A América do Sul ganha evidência na região da América Latina e Caribe, sendo o subcontinente com o maior número de pessoas sofrendo com casos de subnutrição. Esse quadro foi agravado, principalmente, devido aos problemas decorrentes da crise na Venezuela, onde foi observado um aumento de quase quatro vezes desses casos.

Em contrapartida, em alguns lugares do planeta, a fome não é o problema e sim a alimentação inadequada, a qual é responsável por desencadear problemas de saúde graves, como a obesidade. De acordo com o relatório da ONU citado, 40 milhões de crianças menores de cinco anos estão com sobrepeso. O número de crianças e adolescentes em idade escolar com esse problema é também assustador, sendo estimado em 339 milhões de pessoas. Já os adultos obesos são cerca de 672 milhões.

Percebemos, portanto, que a alimentação é uma questão séria e que envolve vários fatores, não sendo a fome o único problema enfrentado pela população mundial em relação à alimentação. Aproveite o dia 16 de outubro e reflita sobre seus hábitos alimentares, o desperdício e como você pode ajudar a mudar o quadro da alimentação mundial. Pequenas atitudes fazem o mundo melhor.

Leia também: Alimentação saudável

Publicado por: Vanessa Sardinha dos Santos

Assuntos Relacionados