Você está aqui
  1. Mundo Educação
  2. Datas Comemorativas
  3. Janeiro
  4. 21 de Janeiro – Dia Mundial da Religião

21 de Janeiro – Dia Mundial da Religião

No dia 21 de janeiro, é comemorado o Dia Mundial da Religião. Essa data foi sugerida pela comunidade bahá'i, uma religião surgida na Pérsia, no século XIX.

A sugestão de um Dia Mundial da Religião, ou Dia Internacional da Religião, foi dada pela chamada Assembleia Espiritual Nacional no ano de 1949. Esse tipo de assembleia foi criado pela Comunidade Bahá'i, um religião fundada por Bahá'u'lláh, no século XIX. Bahá'u'lláh era um persa que vivia na região que hoje pertence ao Irã, que, à época, estava sob domínio do Império Turco-Otomano.

Como se julgava um profeta que sucedia os grandes profetas das principais religiões do mundo, desde o hinduísmo e o judaísmo até o cristianismo e o islamismo, Bahá'u'lláh tinha como certa sua missão de criar uma “religião mundial”, que congregasse todas as outras religiões. Os Bahá'i, seus discípulos, tentaram levar a cabo esse projeto. O Dia da Religião, que é comemorado em 21 de janeiro, seria um dos esforços para pôr esse projeto em prática.

Os Bahá'i acreditam que a unidade entre as religiões, com destaque para seus elementos em comum, pode suscitar a paz mundial, pois desvincularia as matrizes religiosas de seus supostos preconceitos contra as outras religiões. Dessa forma, os Bahá'i organizam-se em assembleias pelo mundo inteiro. São dois níveis de organização: as assembleias nacionais e as locais. No Brasil, a comunidade Bahá'i começou a deitar raízes em 1921 com a chegada, no litoral baiano, de Leonora Holsapple, membro dos Bahá'i dos EUA.

Não pare agora... Tem mais depois da publicidade ;)

O ecumenismo pretendido pelos bahá'i assemelha-se a outras tentativas de se congregar as religiões do mundo, como as que certas instituições supranacionais, como a ONU, já procuraram empreender. Muitos estudiosos, como o americano Lee Penn, autor da obra False Dawn: the united religions initiative, globalismo, and the quest for a one-world religion*, acreditam que iniciativas como essa dos Bahá'i podem, em vez de dar ao mundo uma “paz universal”, fornecer elementos para a criação de uma entidade internacional que descaracterize as culturas e religiões tradicionais em prol de um projeto político globalista.

A despeito das críticas às iniciativas de grupos religiosos, o Dia da Religião pode ser encarado como uma oportunidade de reflexão sobre a importância das religiões e de seu escopo tradicional para a formação das civilizações.

* Em tradução livre: “Falso alvorecer: a iniciativa das religiões unidas, o globalismo e a busca por uma única religião mundial.”. Este livro de Lee Penn foi publicado pela editora Sophia Perennis, em 2004, na cidade de Hillsdale, NY, USA.

A proposta para um Dia da Religião veio da Assembleia Espiritual Nacional em 1949
A proposta para um Dia da Religião veio da Assembleia Espiritual Nacional em 1949
Publicado por: Cláudio Fernandes

Assuntos Relacionados