Botulismo

O botulismo é uma doença causada pela bactéria Clostridium botulinum. Tal organismo se desenvolve em ambientes com baixas concentrações de oxigênio, geralmente com pH básico ou neutro, como no solo, fezes; e em alimentos embutidos, em conserva e enlatados, principalmente aqueles preparados em condições sanitárias precárias.

A infecção se dá pela ingestão de seus esporos. Dentre algumas horas a até oito dias, os sintomas começam a se manifestar, sendo que o período de duração e intensidade estão diretamente relacionados às concentrações da bactéria que foram ingeridas.

Suas toxinas, mais especificamente a A, B e E, provocam alterações no sistema nervoso; e o quadro de intoxicação faz com que o indivíduo apresente boca seca, visão dupla, sensibilidade à luz, queda das pálpebras e fraqueza muscular como as principais manifestações sintomáticas. O quadro pode evoluir para paralisias, dificultando a fala, deglutição e respiração. Em situações fatais, a pessoa perde a vida devido à paralisia das estruturas relacionadas à respiração, provocando seu sufocamento.

Considerando a gravidade dos fatos, é necessário se prevenir, fervendo alimentos embalados a vácuo, em vidros ou enlatados, antes do consumo; e não ingerindo aqueles em que o recipiente se apresenta enferrujado, estufado e/ou contendo água turva. Além disso, como o mel pode ser um reservatório destes esporos, é prudente a utilização somente daqueles cuja procedência é confiável.

Em casos de suspeita, é necessário buscar ajuda imediatamente. O diagnóstico é feito com base nos sintomas, histórico alimentar e exames comprobatórios, geralmente de sangue ou fezes.

Quanto ao tratamento, é necessário que o paciente seja internado, geralmente na UTI, para que sejam feitas as medidas necessárias para o controle dos sintomas, uma vez que a doença não é tratável com antibióticos. Provavelmente será ministrado o soro antibotulínico, como forma de frear a evolução do quadro.

Curiosidade:

A toxina botulínica, em virtude das propriedades estudadas, tem sido utilizada na medicina para diversos fins, no tratamento do estrabismo de espasmos involuntários.

Por Mariana Araguaia
Graduada em Biologia
Alimentos enlatados devem ser bem escolhidos  e previamente fervidos antes de sua ingestão.
Alimentos enlatados devem ser bem escolhidos e previamente fervidos antes de sua ingestão.
Publicado por: Mariana Araguaia de Castro Sá Lima

Assuntos Relacionados