Você está aqui
  1. Mundo Educação
  2. Doenças
  3. Epilepsia

Epilepsia

Epilepsia
Descargas elétricas que geram convulsões epiléticas.
A epilepsia é um distúrbio neurológico provocado por descargas elétricas induzidas por fortes estímulos recebidos por alguns neurônios. Esses enviam grande parte dessas descargas elétricas a outras células nervosas alterando temporariamente os sistemas motor, sensorial e comportamental.

As descargas elétricas geram as crises convulsivas que podem acontecer de várias formas. Podem ocorrer através de estímulos visuais e auditivos, febre alta, AVC, doenças cerebrais, metabólicas e outras. A crise se manifesta de acordo com a área cerebral que recebe a carga elétrica e essa somente pode ser considerada como crise epilética quando ocorrer no mínimo duas vezes sem a indução de febre, álcool, drogas e abstinência das mesmas.

Normalmente podem ocorrer alguns sinais antecedendo uma crise epilética como mal estar gástrico, sonolência, depressão, dor de cabeça, dormência e distorção de imagens. Existem casos em que a epilepsia cessa de forma espontânea, ou seja, deixa de se manifestar, o que ainda não se sabe o motivo. Nos caos em que ainda há manifestação de crises pode-se utilizar medicamentos que inibem as descargas elétricas para impedir convulsões.

Não pare agora... Tem mais depois da publicidade ;)

Em caso de convulsão deve-se:

- Proteger a cabeça do indivíduo,
- Retirar objetos que possam machucar o corpo,
- Colocá-lo de lado para que o indivíduo não engasgue com a saliva,
- Limpar a saliva de seu rosto,
- Observar se a respiração ocorre com facilidade,
- Afastar curiosos para que o ar transite próximo ao indivíduo,
- Não tentar impedir os movimentos do corpo,
- Não tentar segurar a língua e nem colocar objetos na boca.

Após a crise o indivíduo deve permanecer em repouso e ser examinado por um neurologista.

Assuntos Relacionados