Você está aqui
  1. Mundo Educação
  2. Doenças
  3. Fibromialgia

Fibromialgia

“A fibromialgia é um problema de saúde que causa dor, fadiga e alterações no sono. É um problema sem causa bem definida e sem tratamento completamente eficiente.”

A fibromialgia é um distúrbio crônico que se caracteriza por desencadear dor musculoesquelética. Vale salientar que apesar de ser uma doença conhecida, pouco se sabe a respeito de sua etiologia (causa). A fibromialgia acontece em indivíduos de qualquer idade e apresenta uma maior frequência no sexo feminino. A prevalência do problema é de seis mulheres para cada homem.

Fibromialgia é uma palavra formada a partir do latim fibro (tecido fibroso), e do grego mio (tecido muscular), algos (dor) e ia (condição).

Causas da fibromialgia

As causas da fibromialgia não são completamente conhecidas atualmente. Alguns estudos mostram que provavelmente as pessoas que apresentam fibromialgia possuem uma sensibilidade maior à dor do que o restante da população que não apresenta o problema.

Seria como se um estímulo de dor tivesse, nesses pacientes, uma intensidade mais aumentada. Além disso, não podemos nos esquecer do fato de que alguns traumas, tanto físicos como psicológicos, podem anteceder o surgimento desse problema.

Não pare agora... Tem mais depois da publicidade ;)

Sinais e sintomas da fibromialgia

A fibromialgia caracteriza-se por apresentar como principal sintoma a dor muscular difusa pelo corpo. Essa dor pode se intensificar em algumas situações como no frio, alterações climáticas e em situações em que há alteração emocional. De acordo com a Sociedade Brasileira de Reumatologia, “a dor é sentida “nos ossos” ou “na carne” ou ao redor das articulações”.

Além da dor, a pessoa que apresenta esse problema pode apresentar um quadro de fadiga inexplicada, rigidez matinal, sensação de inchaço e alterações no sono, sendo esse último sintoma observado em cerca de 95% dos pacientes. O sono nesses pacientes tende a não ser reparador, o que aumenta ainda mais a fadiga e a dor.

Dor generalizada, fadiga e alterações no sono são manifestações comuns em pessoas com fibromialgia.

É importante destacar que a depressão é também um sintoma importante em pacientes com fibromialgia, sendo ela responsável também pela exacerbação dos sintomas desse problema de saúde. De acordo com a Sociedade Brasileira de Reumatologia, a depressão está presente em cerca de 50% dos pacientes. Mais raramente, o paciente pode apresentar dor de cabeça, dor na bexiga e alterações gastrointestinais.

Leia também: Depressão

Diagnóstico da fibromialgia

O diagnóstico da fibromialgia ocorre por meio da análise do quadro clínico do paciente. Um comitê do Colégio Americano de Reumatologia definiu, em 1990, como critérios classificatórios para a fibromialgia: a presença de dor difusa, dor crônica por mais de três meses e dor em 11 ou mais dos 18 tender points (locais sensíveis à dor).

Esses critérios, no entanto, não são utilizados por todos os médicos para a realização de diagnóstico. Isso se deve ao fato de que muitos sustentam a ideia de que a fibromialgia apresenta manifestação clínica variável e a avaliação dos tender points muitas vezes é feita incorretamente.

Veja acima uma representação dos 18 tender points.
Veja acima uma representação dos 18 tender points.

Atualmente, a proposta para o diagnóstico de fibromialgia não contempla os pontos sensíveis à dor (tender points). Os novos critérios incluem outros sintomas que não estão associados apenas ao aparelho locomotor, como avaliação das alterações no sono e fadiga.

Destaca-se que, até o momento, não existem exames laboratoriais ou de imagem que confirmam o diagnóstico de fibromialgia. Os exames de imagem ou laboratoriais realizados pelo paciente geralmente visam apenas a descartar outras hipóteses.

Tratamento da fibromialgia

A fibromialgia é uma doença reumatológica que não apresenta, até o momento, tratamentos considerados efetivos, uma vez que a causa da doença ainda não é bem estabelecida. Frequentemente, o tratamento da fibromialgia é feito por uma equipe multidisciplinar, a fim de que o tratamento seja feito de uma maneira mais ampla.

A fibromialgia é um distúrbio que pode ser incapacitante, uma vez que a intensidade da dor pode prejudicar a realização das atividades diárias do indivíduo.

O tratamento da fibromialgia é voltado para amenizar as manifestações clínicas, tais como: reduzir a dor, melhorar o sono, melhorar o condicionamento físico e tratar problemas emocionais. Nesse caso, utiliza-se medidas tanto farmacológicas como não farmacológicas.

Entre os tratamentos não farmacológicos destacam-se a prática de atividades físicas, acupuntura e suporte psicológico profissional. Além disso, recomenda-se uma alimentação saudável, uma vez que isso pode contribuir, por exemplo, para a redução dos níveis de estresse e melhorar o sono do paciente.

Leia também: Saiba mais sobre o sono e entenda a sua importância para saúde

Famosos diagnosticados com fibromialgia

Lady Gaga chegou a cancelar shows devido às dores da fibromialgia.*
Lady Gaga chegou a cancelar shows devido às dores da fibromialgia.*

Fibromialgia é um problema de saúde que afeta entre 2 a 10% da população mundial, sendo observada, principalmente, em mulheres. Algumas pessoas famosas fazem parte dessa estatística. Veja abaixo, quatro famosos diagnosticados com fibromialgia:

  • Lady Gaga

  • Dani Valente

  • Morgan Freeman

  • Sinead O’Connor
     

*Crédito da imagem: Joe Seer / Shutterstock.com

Publicado por: Vanessa Sardinha dos Santos
Uma das principais características da fibromialgia é a dor musculoesquelética.
Uma das principais características da fibromialgia é a dor musculoesquelética.

Assuntos Relacionados