Gengivite

A gengivite é uma inflamação na gengiva que está relacionada com a placa bacteriana, e as formas de prevenção são a escovação adequada e o uso do fio dental.

Um problema muito comum em nossa boca é a gengivite, uma inflamação da gengiva. Ela está relacionada, entre outras causas, com uma má higiene bucal, e merece bastante atenção.

O que é a gengivite?

A gengivite consiste na inflamação da gengiva, que leva a uma alteração em sua textura e forma. Ao observar um paciente com gengivite, percebe-se que gengiva se apresenta avermelhada e inchada, com a ocorrência de sangramento durante a escovação e o uso do fio dental.

A gengivite forma-se devido à presença de micro-organismos do biofilme dental, também chamado de placa bacteriana dental. Quando essa placa não é removida adequadamente, as bactérias nela presentes podem causar infecções, as quais, além de atingirem a gengiva, podem atingir regiões adjacentes.

Vale destacar que os maus hábitos de higiene bucal não são as únicas causas da gengivite. Ela apresenta relação também com uso de alguns medicamentos, certas doenças, uso de cigarro, má alimentação, variações hormonais e fatores genéticos.

Quais os sintomas da gengivite?

Os principais sintomas da gengivite são:

  • Gengivas avermelhadas e inchadas;

  • Gengivas que sangram durante a escovação ou o uso do fio dental;

  • Gengiva retraída, dando a impressão alongada aos dentes;

    Não pare agora... Tem mais depois da publicidade ;)
  • Gengivas que se apresentam afastadas dos dentes, formando uma bolsa;

  • Presença de pus ao redor dos dentes;

  • Mau hálito.

A gengivite é grave?

A gengivite é uma doença reversível, entretanto, precisa de atenção, pois, quando não tratada adequadamente, pode evoluir para um problema mais grave, conhecido como periodontite. A periodontite é uma das principais causas de perda de dentes em adultos.

Como a gengivite é tratada?

A gengivite em seus estágios iniciais pode ser tratada com escovação e uso de fio dental, ou seja, uma higiene bucal adequada. Em estágios mais avançados, é comum observar a formação do tártaro (placa bacteriana endurecida) que deve ser retirado pelo dentista.

Como a gengivite pode ser prevenida?

A prevenção da gengivite é muito simples, bastando apenas cuidar da sua higiene bucal. Escovar corretamente os dentes e usar o fio dental são algumas das principais formas de evitar a gengivite. Além disso, é importante ir ao dentista regularmente, ter uma boa alimentação e evitar o uso de cigarros.

Atenção: Se notar que sua gengiva está avermelhada, inchada e sangrando durante a escovação, procure um dentista.

A gengivite pode evoluir para problemas mais graves, como a periodontite
A gengivite pode evoluir para problemas mais graves, como a periodontite
Publicado por: Vanessa Sardinha dos Santos

Assuntos Relacionados