Gripe H1N1

Informar-se sobre a gripe H1N1 e sua prevenção é uma importante maneira de evitar surtos da doença.

A gripe é uma doença viral transmitida de pessoa para pessoa, principalmente por meio de gotículas de saliva eliminadas pelo paciente contaminado. Existem diferentes tipos de gripe, que variam de acordo com o tipo de vírus que acomete o paciente. A gripe H1N1 é causada por um subtipo de Influenza A que é denominado de H1N1.

Gripe H1N1

O vírus causador da gripe é chamado de Influenza e pode ser do tipo A, B ou C. Esse último tipo é o que causa infecções mais brandas, e o tipo A é o grande responsável pelas pandemias. É exatamente o tipo A, mais precisamente o subtipo H1N1, que causa a gripe H1N1, também chamada de gripe A. Esse subtipo surgiu da combinação de genes do vírus Influenza humano, aviário e suíno.

A gripe H1N1 gera sintomas muito semelhantes aos da gripe comum, como febre alta, dores de garganta, dores musculares, dores de cabeça, tosse seca e fraqueza. Esse tipo de gripe, no entanto, apresenta um maior potencial para agravamento. Assim sendo, ao perceber dificuldade respiratória, dores no peito, sensação de tontura e confusão mental, é fundamental procurar urgentemente um médico.

Quando o diagnóstico da doença é realizado, recomenda-se que o paciente fique em repouso e faça a ingestão de muito líquido. Em casos de pessoas vulneráveis, recomenda-se a utilização de Oseltamivir, um antiviral comercializado com o nome de Tamiflu. Para pacientes com receita médica, o medicamento é distribuído gratuitamente pelo Sistema Único de Saúde (SUS).

Não pare agora... Tem mais depois da publicidade ;)

Prevenção da H1N1

Para se prevenir da H1N1, a medida mais eficaz é a vacinação. A vacina contra a gripe sofre variações anuais para se adequar ao tipo de vírus que está em circulação, uma vez que esse vírus destaca-se pela grande capacidade de mutação. Assim sendo, é necessário vacinar-se todos os anos, mesmo que a vacina no ano anterior tenha sido tomada.

A vacina é disponibilizada pelo Sistema Único de Saúde (SUS) gratuitamente para grupos prioritários. Nesse grupo, estão incluídos idosos, crianças com mais de seis meses e menos de cinco anos, gestantes, mulheres que realizaram parto em menos de 45 dias, pessoas com doenças crônicas, indígenas, profissionais da saúde e população privada de liberdade.

Além da prevenção por meio da vacina, algumas medidas podem ser tomadas para evitar a contaminação por Influenza A (H1N1). Veja algumas delas:

  • Mantenha as mãos sempre limpas, lavando-as principalmente após tossir ou espirrar. Para higienização, utilize água e sabão ou álcool 70%;

  • Sempre que tossir ou espirrar, cubra o nariz e a boca;

  • Utilize sempre lenço descartável para limpar a coriza;

  • Permaneça em ambientes bem ventilados e evite aglomerações;

  • Evite contato com pessoas doentes;

  • Não compartilhe objetos de uso pessoal.

Entre as medidas de prevenção da gripe H1N1, podemos citar a vacina e lavar sempre as mãos
Entre as medidas de prevenção da gripe H1N1, podemos citar a vacina e lavar sempre as mãos
Publicado por: Vanessa Sardinha dos Santos

Assuntos Relacionados