Herpes Genital

O herpes genital é uma doença sexualmente transmissível provocada pelo vírus do herpes simples que forma lesões em forma de bolhas agrupadas na vagina, vulva, reto e no pênis, permanecendo incubada por até 26 dias após o contágio. A primeira manifestação da doença ocorre de forma mais agressiva e de maior tempo de permanência, pois o organismo nesse período não consegue ativar o sistema imunológico de forma eficaz. As posteriores manifestações ocorrem de forma mais branda e de menor duração uma vez que o organismo nesse estágio já produziu anticorpos para amenizar a manifestação.

O herpes genital pode provocar males no período de gestação se a mãe for portadora do vírus. Pode ocorrer aborto espontâneo, nado-morto, parto prematuro, baixo peso, infecções neonatais, além de problemas neurológicos, vaginite, endometrite pós-parto, vulvite e cervicite.

Não pare agora... Tem mais depois da publicidade ;)

Sintomas

A doença pode se manifestar sem apresentar sintomas aparentes, mas pode ocorrer coceira, prurido, ardência, inflamação nos gânglios, vermelhidão e posteriores bolhas compostas por líquidos que no rompimento destas se alojam num outro gânglio.

Tratamento

Não há cura para a doença, mas existem no mercado medicamentos capazes de amenizar tais sintomas se estes se manifestarem.

Prevenção

Não se sabe ao certo se a camisinha protege contra o herpes, mas na dúvida recomenda-se sua utilização, também é bom evitar múltiplos parceiros, informar ao médico sobre a doença em casos de gravidez, fazer higienização antes e depois de relações sexuais.

Bolhas provocadas pelo herpes simplex
Bolhas provocadas pelo herpes simplex
Publicado por: Gabriela Cabral

Assuntos Relacionados