Leptospirose

A leptospirose, ou doença do xixi de rato, é causada pela bactéria Leptospira interrogans. É uma zoonose (doença de animais) que ocorre no mundo inteiro e afeta pessoas de todas as idades e de ambos os sexos.

Esta zoonose acomete roedores e, de forma menos frequente, mamíferos silvestres, animais domésticos; e outros de importância econômica, como bois, cavalos, porcos, cabras e ovelhas. Estes, ao urinar, liberam leptospiras vivas, que podem contaminar a água e o solo. É por tal motivo que surtos desta doença tendem a ocorrer em épocas de enchente. Rede de esgoto precária, falta de drenagem da água das chuvas, coleta de lixo inadequada e inundações são condições favoráveis para o aparecimento de epidemias.

A infecção pode ser por via cutânea, por meio de ferimentos e fissuras; ou pelas mucosas do nariz ou da boca, principalmente pela ingestão de água e alimentos contaminados. O período médio de incubação da doença é de dez dias. Os sintomas, que aparecem entre dois a trinta dias após a infecção, incluem febre alta, dor de cabeça, dores musculares e articulares, náuseas, vômitos, aumento do fígado, hemorragias, lesões na pele e problemas respiratórios. Meningite e complicações renais e hepáticas podem se manifestar, com condições de levar o indivíduo a óbito - aproximadamente 20% dos doentes infectados.

O diagnóstico da doença não é fácil, em razão da variedade de sintomas comuns em outros quadros clínicos. Excluída a manifestação de outras doenças, a leptospirose é confirmada por meio de testes sorológicos.

O tratamento é feito com antibióticos, como a doxiciclina ou a penicilina. Em caso de dor e febre, não se utiliza medicamentos como ácido acetilsalicílico, pois podem aumentar o risco de sangramentos.

Quanto à prevenção, deve-se evitar contato com águas de esgoto, enchentes e alagamentos, bem como o contato com o solo sem luvas e botas de borracha. Também é importante não deixar lixo acumulado em casa e nas proximidades, para não atrair roedores. Os animais domésticos devem ser vacinados duas vezes ao ano e, caso seja constatada a doença em algum deles, é necessário informar a vigilância sanitária. 

Não pare agora... Tem mais depois da publicidade ;)

Por Mariana Araguaia
Graduada em Biologia

Bactéria responsável pela leptospirose.
Bactéria responsável pela leptospirose.
Publicado por: Mariana Araguaia de Castro Sá Lima
Assista às nossas videoaulas

Assuntos Relacionados