Você está aqui Mundo Educação Doenças Alergias O que é alergia?

O que é alergia?

A alergia é uma resposta exagerada do nosso corpo a um determinado antígeno (alérgeno) que pode levar à morte se não tratada de maneira adequada.

O que é alergia?
As alergias são uma resposta exagerada do sistema imune a um determinado antígeno

As alergias são um problema que acomete uma grande parcela da população. Diversos agentes estão relacionados com esses processos, tais como medicamentos, alimentos, fungos, pólen e animais.

→ O que é alergia?

A alergia é uma resposta exagerada do sistema imune a um determinado antígeno, nesse caso, denominado de alérgeno. Essa hipersensibilidade, que pode ser mediada por anticorpos ou por células, atinge pessoas de qualquer faixa etária e apresenta base genética.

As alergias mais frequentes são caracterizadas pelo aumento da síntese de imunoglobulina IgE (classe de anticorpo) pelos linfócitos B. Na primeira exposição, os anticorpos são produzidos e ligam-se aos receptores nos mastócitos (célula do sistema conjuntivo). Em uma próxima exposição, esses anticorpos ligam-se ao alérgeno rapidamente, desencadeando processos como a liberação de histaminas e outras substâncias que promovem os sintomas clássicos de uma alergia, tais como espirros, coriza, dificuldade respiratória e lacrimejamento dos olhos.

Para identificar uma alergia, o médico baseia-se, principalmente, no histórico clínico e nos sintomas do paciente. Exames e testes complementares podem ser necessários, como dosagem de IgE, testes cutâneos, testes de provocação, dietas, entre outros.

→ Diferentes tipos de alergia

As alergias podem atacar os diferentes sistemas do nosso corpo e serem desencadeadas por diferentes agentes. Alguns tipos comuns de alergias são:

  • Alergias respiratórias: Os exemplos mais comuns de alergias respiratórias são a asma e a rinite alérgica. A rinite alérgica pode ser causada por alérgenos ambientais como ácaros, fungos, pelos de animais e baratas. Exposição à poeira, ao mofo e ao epitélio de animais são alguns dos fatores desencadeantes da asma.

  • Alergias dermatológicas: Essas alergias afetam a pele e manifestam-se como a dermatite atópica e a urticária, que se caracterizam principalmente pelo prurido (coceira).

  • Alergias alimentares: Causadas após a ingestão de alguns alimentos em indivíduos já sensibilizados. Os alimentos mais relacionados com o surgimento de alergias são ovo, leite de vaca, trigo, soja e frutos do mar. As alergias alimentares costumam manifestar-se de diferentes formas, como urticária e dermatite atópica. Elas podem ainda desencadear problemas mais graves como o choque anafilático.

→ Choque anafilático

O choque anafilático acontece quando uma resposta alérgica aguda ocorre de maneira extremamente exagerada e generalizada. As substâncias químicas liberadas nesse processo provocam contração dos bronquíolos e dilatação dos vasos periféricos, que acabam culminando em uma queda de pressão. Sem respirar adequadamente e com fluxo sanguíneo debilitado, a pessoa pode morrer em poucos minutos. Assim sendo, é uma reação que necessita de acompanhamento médico imediato.

Pessoas que sofrem de alergias graves costumam portar o hormônio epinefrina, também chamado de adrenalina. Em caso de crise alérgica, esse hormônio retarda a resposta alérgica, possibilitando que os vasos sanguíneos contraiam-se e os bronquíolos relaxem, favorecendo a respiração e o transporte sanguíneo.

Entre as principais causas de choque anafilático, podemos citar os alimentos, picadas de insetos e medicamentos.

Atenção: Os médicos especialistas que podem detectar e tratar a alergia são os alergistas.

Assuntos Relacionados