Você está aqui
  1. Mundo Educação
  2. Doenças
  3. Osteopoiquilose

Osteopoiquilose

Osteopoiquilose
Osso esponjoso

A osteopoiquilose, conhecida de forma mais popular como ossos manchados, é uma alteração que acomete os ossos e, na maioria das vezes, é assintomática. Justamente por este motivo, é diagnosticada geralmente de forma acidental, por radiografias solicitadas para outro fim e, assim, provavelmente há pessoas que nunca saberão ser portadoras.

Pouco é sabido sobre esta doença em razão da dificuldade em diagnosticá-la. Entretanto, sabe-se que ocorre principalmente em pacientes entre 15 e 30 anos de idade; é de caráter herdável, uma vez que é vista com mais freqüência em locais onde há muitos casamentos consangüíneos e as regiões ósseas afetadas seguem certo padrão; e surge geralmente na infância, podendo persistir, amenizar ou desaparecer durante a vida.

Nesta, há alterações nos ossos quanto à maturação, apresentando regiões compactas no tecido ósseo esponjoso. Nas radiografias, estas são marcadas como pontos esféricos, geralmente simétricos e presentes nas extremidades. As regiões afetadas, principalmente, são os ossos dos dedos das mãos e dos pés, mas são registrados casos em que tais regiões ocorrem em costelas, vértebras, clavícula, mandíbula, pelve, crânio e escápula.

Não pare agora... Tem mais depois da publicidade ;)

O tratamento é efetuado em poucos casos, a fim de diagnosticar o surgimento ou não de doenças associadas – diabetes, artrite reumatóide, tumores de células gigantes, lesões na pele (como a síndrome de Buschke-Ollendorff), etc. Entretanto, tais quadros ocorrem em poucos casos e, com acompanhamento médico, podem ser tratados, com resultados positivos. 

Por Mariana Araguaia
Graduada em Biologia

Assuntos Relacionados