Salmonelose

A salmonelose é um tipo de intoxicação alimentar provocada por bactérias da Família Enterobacteriaceae, Gênero Salmonella; sendo a S. enterica a mais comum. Sua transmissão acontece quando tal organismo é ingerido juntamente com alimentos de origem animal contaminados, ou aqueles que tiveram contato com fezes contendo tais agentes, como legumes e frutas; e que não foram previamente lavados e/ou fervidos. Uma atenção especial deve ser dada a alimentos que contenham ovo cru, como maioneses caseiras.

Pessoas contaminadas e que não lavam as mãos após utilizar o banheiro, ou aquelas que manipularam animais de estimação infectados, e também não adotam este hábito; podem também transmitir a doença a outras pessoas, principalmente ao prepararem alimentos.

Diarreia, dor abdominal e febre são as principais manifestações da infecção, surgindo em até 72 horas após a ingestão da bactéria. Como as diarreias podem ser muito intensas, é necessário que bebês, crianças, idosos e pessoas com problemas relacionados à imunidade busquem, imediatamente, ajuda médica; até mesmo para evitar complicações da doença, como desidratação profunda e até mesmo a difusão da infecção para o sangue.

Exceto nestes casos, a doença não costuma ser grave e tende a regredir, naturalmente, em até sete dias, não sendo necessário o uso de remédios. Caso isso não ocorra, ou as fezes sejam liberadas juntamente com sangue, também pode ser interessante recorrer à ajuda profissional. A ingestão de bastante líquido, alimentação leve e balanceada, e utilização de roupas leves e confortáveis são medidas que devem ser adotadas por todas as pessoas acometidas.

O diagnóstico é feito pela análise do histórico alimentar do paciente. Em quadros mais graves, é feito exame de fezes, a fim de confirmar se é realmente um problema provocado por salmonelose e, caso positivo, identificar seu tipo específico, para definir qual antibiótico deverá ser utilizado. Este fármaco só é utilizado em casos graves. Nos outros, o tratamento é focado na reidratação do paciente. Utilização de soro, de forma intravenosa, pode ser indicada.

Quanto à prevenção, é necessário evitar a ingestão de alimentos de origem animal crus e que não foram submetidos ao calor, leite não pasteurizado, e também vegetais que não foram previamente lavados. As mãos devem ser higienizadas frequentemente, principalmente após a utilização do banheiro, e antes e depois de preparar alimentos. Instrumentais para a preparação de alimentos precisam ser lavados após serem utilizados em alimentos crus.

Importante:

Alimentos contaminados pelas salmonelas não sofrem mudanças na aparência e, tampouco, cheiro e gosto.

Por Mariana Araguaia
Graduada em Biologia
A ingestão de alimentos contendo ovo cru pode propiciar a infecção alimentar provocada por salmonelas.
A ingestão de alimentos contendo ovo cru pode propiciar a infecção alimentar provocada por salmonelas.
Publicado por: Mariana Araguaia de Castro Sá Lima

Assuntos Relacionados