Você está aqui
  1. Mundo Educação
  2. Filosofia
  3. Cosmologia

Cosmologia

Os filósofos pré-socráticos desenvolveram uma cosmologia porque tentaram desvendar a verdadeira origem do Universo e a sua organização.

A cosmologia estuda o Universo, a sua organização e a sua origem. Tal estudo, no âmbito da Filosofia, designa um momento da Grécia Antiga, quando os primeiros filósofos, os pré-socráticos, tentaram descobrir qual era a verdadeira origem de tudo, sem recorrer a fabulações e narrativas míticas, baseando-se apenas no conhecimento racional, na observação e nos nexos causais.

Como não havia instrumentos precisos de observação e nem cálculos matemáticos e físicos avançados para auxiliar na pesquisa, os pré-socráticos contaram apenas com suas observações, a olho nu, do ambiente e em demais experiências empíricas.

Leia também: Fatos curiosos sobre o Universo

Significado

A palavra cosmologia tem sua origem na Grécia Antiga, sendo cosmos o radical que significa, para nós, “universo” e logos o mesmo que “razão, racionalidade, organização mental” ou “ciência”. O cosmólogo (aquele que estuda cosmologia) tem por objetivo entender o Universo e determinar qual é a sua origem, com base em raciocínios lógicos e fugindo das fabulações e narrativas mitológicas. O que um cosmólogo faz é tentar entender como o Universo está organizado para, com base nisso, determinar sua origem.

Não pare agora... Tem mais depois da publicidade ;)

Cosmologia e filosofia

Tales, Anaximandro, Anaxímenes, Pitágoras, Heráclito, Demócrito e muitos outros filósofos eram chamados de cosmólogos porque tentaram descobrir qual era a origem do Universo. Tentando apresentar uma alternativa para as explicações mitológicas sobre a constituição de tudo, esses filósofos partiram para um movimento de observação da natureza e a tentativa de compreensão dela. Procuraram aceitar somente aquilo que estivesse racionalmente solidificado em nexos causais, com abstrações racionais, mas sem fabulações. Grosso modo, eles procuravam uma explicação que fizesse sentido.

Leia também: Leucipo e Demócrito

  • Cosmologia e cosmogonias

A palavra grega cosmogonia é dividida pelos radicais cosmos (universo) e gonia (criação, palavra da qual se origina a gênese). A mitologia grega, assim como outras mitologias, como a egípcia, a nórdica, a africana e a hebraica, apresentam narrativas fantasiosas que atribuem a criação do Universo a seres sobrenaturais.

No caso dos gregos, a origem de tudo teria ocorrido a partir dos titãs (como Gaia, Chronos e Chaos), e a criação dos seres humanos e dos animais ficaria a cargo dos deuses, surgidos dos titãs. Os primeiros filósofos tentaram desconstruir essas noções mitológicas e apresentar teorias que fizessem mais sentido, sem recorrer a seres sobrenaturais para explicar o que era natural. Esse movimento é o que constitui a cosmologia antiga.

  • Cosmologia grega

O primeiro cosmólogo e, consequentemente, o primeiro filósofo da tradição ocidental foi Tales de Mileto. O pensador pré-socrático, insatisfeito com as explicações mitológicas sobre a origem de tudo, passou a observar a natureza que o circundava a fim de encontrar o elemento que tinha dado origem a tudo. Segundo o pensador, o elemento originário seria a água. Ao ouvir a ideia de Tales, podemos julgá-la absurda. No entanto, com a inexistente tecnologia da época e para os ouvidos acostumados a ouvir somente as explicações mitológicas, a teoria de Tales foi um avanço.

Anaximandro, discípulo de Tales, continuou os trabalhos do mestre afirmando que a origem estaria naquilo que ele entendeu como infinito e indeterminável, o ápeiron. Anaxímenes, seu discípulo, encontrou no ar a origem de tudo. Para Pitágoras, tudo tinha começado com os números. Para Heráclito, a origem estava no fogo. Desse modo, cada filósofo grego pré-socrático dedicou-se a observar a natureza para encontrar nela um elemento que explicasse, de maneira racional, o surgimento de tudo

A diversidade de pensamentos e teorias surgidas na Grécia com a cosmologia pré-socrática originou um complexo debate que apontou as primeiras raízes do pensamento ocidental. A análise equilibrada de todas as propostas dos primeiros filósofos contribuiu para a formação da filosofia e da ciência moderna e contemporânea, pois assentou na observação empírica da natureza e na fuga de elementos sobrenaturais a fonte do conhecimento verdadeiro.

Veja também: O mito da caixa de Pandora

Cosmologia moderna

Hoje em dia, a cosmologia está incorporada na Astrofísica e na Astronomia, contando com modernos equipamentos óticos de observação e avançadíssimos processadores e softwares para processamento de dados. A cosmologia atual também conta com cálculos matemáticos, fórmulas físicas e um gigantesco trabalho científico para desvendar a organização e a origem do cosmos.

A cosmologia é o estudo da origem e da composição do Universo (cosmos, em grego).
A cosmologia é o estudo da origem e da composição do Universo (cosmos, em grego).
Publicado por: Francisco Porfírio

Assuntos Relacionados