Você está aqui
  1. Mundo Educação
  2. Filosofia
  3. Empédocles

Empédocles

Empédocles de Agrigento foi um notório filósofo pré-socrático da Escola Jônica. Como cosmólogo, ele atribuiu a origem do universo a quatro elementos: terra, fogo, água e ar.

Empédocles
O notório filósofo pré-socrático Empédocles nasceu em Agrigento (na imagem, um templo dessa cidade)

Empédocles (492 a.C. – 430 a.C.) nasceu na cidade de Agrigento, região que compõe atualmente a Sicília. Hoje é classificado como um filósofo pré-socrático pertencente à Escola Jônica. Como a maioria dos pensadores gregos antigos, ele era filho de uma família tradicional aristocrática e bem-sucedida. Ficou conhecido mais como filósofo pela posteridade, mas também foi um notório dramaturgo, poeta, político e médico.

Esse pensador antigo seguiu o mesmo caminho de outros filósofos de sua época ao estudar a cosmologia (ramo do saber dedicado a entender a origem do universo) em oposição às mitologias gregas (cosmogonias). Assim como outros pensadores pré-socráticos, Empédocles não concordava com a aceitação das teorias cosmogônicas sobre a origem da natureza e do universo, o que o levou a investigar a verdadeira origem de tudo por meio da observação da natureza.

Os filósofos da chamada Escola Jônica já praticavam a cosmologia e, a partir de suas análises, apontaram elementos que determinavam a possível origem de todo o universo. Pouco se sabe hoje sobre Empédocles devido à distância cronológica e ao suposto sumiço de grande parte de seus escritos. Porém, uma certeza sobre o principal diferencial de Empédocles em relação aos outros cosmólogos de sua época é que o pensador não apontou apenas um elemento primordial e original, mas quatro: terra, fogo, água e ar.

Não pare agora... Tem mais depois da publicidade ;)

Segundo Empédocles, todos os seres, objetos e astros do mundo seriam compostos pelos quatro elementos. Os animais terrestres, por exemplo, teriam em sua composição uma maior proporção de terra, os aquáticos teriam uma maior proporção de água, e as aves teriam maior concentração de ar. Fogo e ar determinariam a leveza dos seres, e terra e água determinariam o peso. Essa relação, segundo o pensador, seria determinada por dois sentimentos fundantes da natureza: amor e ódio, sendo o amor o responsável por unir os elementos e o ódio o responsável por separar os elementos primordiais.

Dessa maneira, o filósofo pré-socrático concebeu a sua teoria sobre a origem do universo e ficou conhecido por todo o pensamento filosófico posterior como um dos principais cosmólogos da Grécia antiga.

Assista às nossas videoaulas

Assuntos Relacionados