Você está aqui Mundo Educação Filosofia Xamanismo

Xamanismo

Xamanismo
O xamã normalmente é visto como alguém fora da realidade que vivemos.
O xamanismo é uma crença espiritual/religiosa que busca a força interior e o reencontro dessa com os ensinamentos da natureza. Para os adeptos do xamanismo, a cura para todos os males está dentro de cada ser e por isso ninguém pode curar ninguém e sim a pessoa cura a si mesma.

O sacerdote dessa crença, ou seja, a pessoa responsável pela manifestação de poderes sobrenaturais da natureza é o xamã. Para ser um sacerdote não há distinção de sexo, há somente a consideração de uma doença física ou mental (perturbações, sacrifícios corporais, jejuns, recolhimento) e ainda hereditariedade (passando de pai para filho o título de xamã, mas para isso deve haver preparação assim como os demais) que para tais é visto como vocação e/ou chamado para tal finalidade.

Há uma longa preparação para aquele que possui o sinal para se tornar xamã para que conheça profundamente as plantas medicinais e a natureza em sua totalidade, pois ninguém pode se autopromover xamã. Consideram os planetas, as pedras, a terra, o céu e os animais como partes conectadas e sagradas e por isso utilizam ervas, direções sagradas, rituais, cristais, argila, fogo, cirurgias espirituais e técnicas de purificação.

O xamanismo pode ser tradicional, se levar em consideração os ensinamentos antigos e aplicá-los em seus rituais; e pode ser neo-xamanismo, quando utiliza adaptações urbanas em suas práticas terapêuticas. Existem regiões que unem o xamanismo tradicional e o neo-xamanismo como a junção de diversos conhecimentos.

Assuntos Relacionados