Você está aqui
  1. Mundo Educação
  2. Física
  3. Magnetismo
  4. A Lei de Lenz

A Lei de Lenz

Após diversos testes realizados experimentalmente, Faraday conseguiu chegar a uma conclusão com exatidão a respeito da corrente induzida: quando o número das linhas de campo que atravessam um circuito varia, nesse circuito aparece uma corrente elétrica denominada corrente induzida.

Definida a condição para que exista a corrente induzida, falta ainda explicar como obter o sentido dessa corrente. Quem elaborou a explicação mais simples para isso foi o físico Heinrich Friedrich Lenz. Segundo ele:

O sentido da corrente induzida é tal que o campo magnético por ela produzido se opõe à mudança de fluxo que se originou.

Figura 1: O campo magnético criado pelo ímã cria um fluxo magnético no interior da espira
Figura 1: O campo magnético criado pelo ímã cria um fluxo magnético no interior da espira

Como mostra a figura 1 acima, o campo magnético criado pelo ímã se aproxima da espira, de modo que o fluxo magnético no seu interior também aumenta. Segundo a Lei proposta por Lenz, a corrente induzida se opõe ao aumento de fluxo magnético. Para que tal fato aconteça, a corrente induzida na espira deve criar um campo magnético de modo que o fluxo de () através da espira tenha valor contrário ao do fluxo . Em consequência disso, deduzimos que deve ter sentido oposto ao de , como mostra a figura 2. Se aplicarmos a regra da mão direita veremos que a corrente induzida possui o sentido indicado na figura 2.

Não pare agora... Tem mais depois da publicidade ;)

Figura 2: Corrente induzida criada pelo campo magnético do ímã
Figura 2: Corrente induzida criada pelo campo magnético do ímã

Publicado por: Domiciano Correa Marques da Silva

Assuntos Relacionados