Você está aqui
  1. Mundo Educação
  2. Física
  3. Termologia
  4. Calor específico

Calor específico

O calor específico é definido como a quantidade de energia necessária para que 1 g de uma substância sofra aumento ou diminuição de temperatura de 1°C.

O calor específico é a quantidade de calor que deve ser fornecida para que 1 g de substância tenha a sua temperatura elevada em 1°C. Cada substância possui um determinado valor de calor específico, que é geralmente expresso em cal/g.°C.

Quanto maior for o calor específico de uma substância, maior será a quantidade de calor que deverá ser fornecida ou retirada dela para que ocorram variações de temperatura. A água, quando comparada com várias outras substâncias, possui o maior calor específico, que corresponde a 1 cal/g.ºC

→ Comparando valores de calor específico

 

A tabela abaixo traz o valor do calor específico de algumas substâncias de nosso cotidiano.

Ao visitar a praia, percebemos que, durante o dia, a temperatura da água é inferior à temperatura da areia. A partir da tabela, podemos reparar que o calor específico da areia é bem menor que o da água, logo, a quantidade de energia necessária para aquecer a areia é menor e, por isso, seu aquecimento ocorre mais rápido. Durante a noite, a areia também perde energia mais facilmente que a aguá, esfriando-se mais rapidamente.

Podemos ainda citar como exemplo o ato de colocar café quente em um copo de alumínio. Percebemos que rapidamente o alumínio aquece-se, chegando à mesma temperatura do café. Isso ocorre porque o calor específico do alumínio é pequeno.

Não pare agora... Tem mais depois da publicidade ;)

→ Determinação do calor específico (c)

A capacidade térmica de um corpo (C) corresponde à razão entre a quantidade de calor recebida e a variação de temperatura sofrida pelo corpo. Essa grandeza mostra o comportamento dos corpos diante do recebimento de calor. O calor específico de um material é definido como a razão entre a capacidade térmica de um corpo por sua massa:

c = C
      m

→ Consequências do calor específico da água

O alto valor do calor específico da água influencia a ocorrência de alguns fenômenos meteorológicos, como:

  • A brisa marítima: O fenômeno das brisas é resultado da menor variação de temperatura da água do mar em relação à variação de temperatura da costa. A água varia pouco a sua temperatura em razão de seu maior calor específico.

  • El Niño: Em virtude da elevação da temperatura das águas do Oceano Pacífico na região do Peru, uma quantidade de calor acima do normal é transferida para a atmosfera e gera alterações bruscas no clima da Terra.

Durante o dia, a areia aquece-se mais rapidamente que a água, pois seu calor específico é menor que o da água
Durante o dia, a areia aquece-se mais rapidamente que a água, pois seu calor específico é menor que o da água
Publicado por: Joab Silas da Silva Júnior
Artigo relacionado
Teste agora seus conhecimentos com os exercícios deste texto

Assuntos Relacionados