Você está aqui
  1. Mundo Educação
  2. Física
  3. Eletricidade
  4. Constituíntes básicos de um átomo

Constituíntes básicos de um átomo

“Prótons, nêutrons e elétrons são elementos constituintes de um átomo. No núcleo dos átomos, encontram-se os prótons e nêutrons. Ao redor do núcleo, estão os elétrons.”

Ao tratarmos sobre os conceitos de eletrização, podemos saber por qual processo os corpos adquirem cargas elétricas, ou melhor, ficam eletrizados. Essa teoria se baseia no fato de que todos os corpos são constituídos de átomos. Assim sendo, cada átomo possui um núcleo, tendo uma determinada carga elétrica positiva. Essa carga positiva se dá em razão da presença, no núcleo, de partículas denominadas prótons. Também no núcleo, além dos prótons, existem os nêutrons, que são partículas que não possuem carga elétrica.

Ao redor do núcleo há partículas com cargas elétricas negativas denominadas elétrons. Normalmente, o átomo é neutro, pois possui a mesma quantidade de cargas negativas e positivas. Sabemos também que o átomo é a menor partícula da matéria que mantém suas propriedades.

Embora houvesse o conceito de que o átomo seria uma partícula indivisível, essa ideia não mais se aplica, pois o átomo é divisível e composto por partículas subatômicas. 

Como foi citado anteriormente, dentre a grande variedade de partículas componentes do átomo, destacam-se os elétrons, nêutrons e os prótons.

Elétrons

Como dissemos, os elétrons estão em órbita ao redor do núcleo atômico. A região onde se encontram os elétrons é chamada de eletrosfera. O elétron foi a primeira partícula a ser comprovada.

Ele foi observado em um experimento envolvendo os raios catódicos. Quando na presença de um campo magnético, os raios catódicos mudavam sua trajetória. Hoje sabemos com exatidão que a massa do elétron é de 9,11 x 10-31 kg e que sua carga convencionada é de – 1,6 x 10-19 C.

Nêutrons

A suposição de uma partícula que não possuía carga elétrica (partícula neutra) foi proposta por Rutherford no ano de 1920. Ele enunciou que a partícula não possuiria carga elétrica, porém sua massa se assemelhava à massa do próton. A descoberta dessa partícula se deu através de experimentos realizados por James Chadwick por volta de 1932.

Prótons

Somente após vários experimentos realizados no ano de 1919 é que se obteve uma comprovação concreta da existência do próton. Antes dessa comprovação, havia a ideia de um núcleo com dimensões pequenas e de que nele haveria carga elétrica.

Após vários experimentos, comprovou-se que realmente os prótons se encontram no núcleo. Em meio a esses estudos, verificou-se que essas partículas são dotadas de massa igual a 1,67 x 10-27 kg. Convencionou-se, então, que a carga do próton é positiva.

Não pare agora... Tem mais depois da publicidade ;)

Por Domiciano Corrêa Marques da Silva
Graduado em Física

Publicado por: Domiciano Correa Marques da Silva
Representação de um átomo
Representação de um átomo
Assista às nossas videoaulas

Assuntos Relacionados