Você está aqui
  1. Mundo Educação
  2. Física
  3. Óptica
  4. Decomposição da luz branca

Decomposição da luz branca

Observe o espectro que resulta da passagem da luz branca por um prisma
Observe o espectro que resulta da passagem da luz branca por um prisma

Nos dias de chuva costumamos ver um fenômeno físico bastante interessante, chamado de arco-íris, que é formado por várias cores. Esse fenômeno é basicamente explicado pela refração.

A luz branca, seja ela proveniente do Sol ou de uma lâmpada incandescente, quando muda de um meio de propagação para outro, sofre refração, isto é, sofre mudança na velocidade de propagação. Essa mudança de meio de propagação faz com que a luz branca se decomponha em infinitos raios de luzes monocromáticas, conhecidas como as sete cores do arco-íris. Esse processo físico constitui, portanto, a decomposição da luz branca.

Embora saibamos que a luz branca é composta por uma infinidade de cores, tais cores de luz não têm o mesmo comportamento quando mudam de um meio de propagação para outro. A luz que mais se aproxima da normal é a violeta; em seguida são as cores: anil, azul, verde, amarela, alaranjada e vermelha. As cores que formam a luz branca são chamadas de espectro da luz.

Não pare agora... Tem mais depois da publicidade ;)

Na figura abaixo podemos ver a decomposição da luz branca em um prisma. No prisma, a decomposição da luz branca é mais acentuada pelo fato de ela sofrer duas refrações, isto é, ela sofre refração na primeira face e posteriormente na segunda face.

Dispersão da luz branca num prisma

Assuntos Relacionados