Você está aqui
  1. Mundo Educação
  2. Física
  3. Mecânica
  4. Densidade e Massa Específica

Densidade e Massa Específica

V é o volume total do corpo, incluindo o espaço oco em seu interior
V é o volume total do corpo, incluindo o espaço oco em seu interior

No estudo da mecânica dos fluidos, há duas grandezas importantes: densidade e pressão. Assim, antes de estudar as leis que regem o comportamento dos fluidos, você precisa entender essas duas grandezas, começando aqui pela densidade.

Vamos considerar um corpo de massa m e volume V. Podemos, matematicamente, definir a densidade desse corpo através da seguinte relação:

Na equação acima, observe que V é o volume total do corpo, seja ele maciço ou oco, como mostra a figura da bola de vôlei acima. Caso o corpo analisado seja maciço e homogêneo, como, por exemplo, um cubo de metal, ou um tijolo, a densidade pode ser chamada de massa específica – sendo representada pela letra grega mi (µ) – do material do qual é feito o corpo.

No Sistema Internacional de Unidades, a unidade de massa específica ou densidade é o kg/m3, mas frequentemente são usadas as unidades g/cm3 e kg/L. Portanto, podemos escrever:

Não pare agora... Tem mais depois da publicidade ;)

Não podemos nos esquecer de que, de acordo com os estudos da Termologia, a densidade de uma substância varia com a temperatura, e no caso dos gases varia também com a pressão.

Densidade relativa

Vamos considerar dois materiais, ou corpos, A e B. Denominamos densidade de A em relação a B (dAB) como o quociente.

No caso de materiais sólidos e líquidos, geralmente tomamos como referência (B) a água, à temperatura de 4°C. No caso dos gases, em geral tomamos o oxigênio como referência, a 0°C e ao nível do mar. De acordo com a equação acima, podemos observar que a densidade relativa não possui unidade, ou seja, a densidade relativa é adimensional.

Assuntos Relacionados