Você está aqui
  1. Mundo Educação
  2. Física
  3. Ondulatória
  4. Efeito Doppler e os diagnósticos por imagem

Efeito Doppler e os diagnósticos por imagem

O efeito Doppler pode ser aplicado a exames de diagnóstico por imagens, fornecendo informações sobre o sentido e a velocidade do fluxo sanguíneo, por exemplo.

O efeito Doppler consiste na alteração da percepção da frequência emitida por uma fonte sonora, por um observador, quando há movimento relativo entre eles. Esse efeito foi proposto em 1842, por Johann Christian Doppler (1803 – 1853), e foi comprovado experimentalmente em 1845, por Buys Ballot (1817 – 1890), com o uso de uma locomotiva onde havia trompetistas em um dos vagões.

O efeito Doppler não é característico apenas das ondas sonoras, mas pode ocorrer também com ondas eletromagnéticas, como as ondas de rádio, as micro-ondas e a luz visível. Na primeira metade do século XX, Edwin Hubble conseguiu provar a expansão do universo a partir do efeito Doppler da luz emitida por galáxias distantes.

Uso do efeito Doppler na Medicina

Na Medicina, o efeito Doppler é utilizado no diagnóstico por imagens, em exames que fornecem o mapeamento do fluxo sanguíneo e possibilitam determinar a velocidade e o sentido do sangue em artérias, por exemplo.

Como são realizados esses exames?

Não pare agora... Tem mais depois da publicidade ;)

O paciente é submetido a uma fonte de ondas sonoras inaudíveis, ou seja, ondas que possuem frequências que estão fora do intervalo audível do espectro sonoro. A captação dessas ondas refletidas pelas hemácias ajuda a determinar a velocidade e o sentido do fluxo de sangue. As informações obtidas podem ser utilizadas na prevenção e no combate de doenças.

Para as gestantes, os exames feitos com o uso do efeito Doppler podem fornecer informações a respeito da irrigação e oxigenação dos órgãos do feto, que começam a ser formados no terceiro mês (12ª semana) de gestação.

Ecodopplercardiograma

Um dos possíveis diagnósticos realizados por meio do efeito Doppler é o Ecodopplercardiograma, que fornece informações sobre o coração. Por esse exame, pode-se determinar:

1. Fluxo sanguíneo;

2. Condições dos músculos;

3. Tamanho das câmaras;

4. Possíveis más-formações;

5. Funcionamento das válvulas.

Imagem da artéria carótida feita por um exame que envolve o efeito Doppler
Imagem da artéria carótida feita por um exame que envolve o efeito Doppler
Publicado por: Joab Silas da Silva Júnior

Assuntos Relacionados