Você está aqui
  1. Mundo Educação
  2. Física
  3. Física Moderna
  4. Física Moderna

Física Moderna

A história da física moderna começou no momento em que o espectro da radiação térmica passou a ser analisado através do estudo da radiação emitida por corpos negros.

Quem primeiro estudou a emissão e absorção do calor, chegando à conclusão sobre corpos negros, foi o físico alemão Robert Kirchhoff. Depois dos estudos sobre esse espectro (o corpo negro), sua utilização foi muito importante para o início da física moderna. Em razão da facilidade de se construir esse espectro, todos os estudos sobre a radiação térmica passaram a ser feitos a partir do corpo negro.

Baseado nos gráficos gerados a partir da emissão da radiação dos corpos negros, o também físico alemão, Max Planck buscou chegar a uma equação matemática capaz de explicar o fenômeno causado pela intensidade de radiação emitida pelo corpo negro, tudo isso porque a radiação emitida pelo corpo negro produzia gráficos bem definidos, mas até então inexplicáveis aos olhos da física clássica.

O estudo dos gráficos para se chegar a uma equação matemática era sempre feito da seguinte forma: os físicos partiam dos princípios da física clássica para tentar chegar aos precisos gráficos.

Planck resolveu inverter a ordem, partindo dos gráficos gerados para uma possível equação. Quando conseguiu o feito, Planck foi buscar uma justificativa para a descoberta, afinal alguma teoria precisava comprovar o que ele havia desvendado. A teoria de entropia e a probabilidade de Boltzmann foram a chave para a abertura do conhecimento, em que era possível analisar uma equação matemática e entendê-la teoricamente.

Entre todas essas descobertas, Planck trazia também à tona uma nova constante, que em sua homenagem foi chamada de Constante de Planck. Ela é representada pela letra h e tem o valor de:

Não pare agora... Tem mais depois da publicidade ;)


h = 6,63.10-34 J.s


Segundo Max Planck, a energia só existe na natureza em quantidades “discretas”, o que ele chamou de quanta de ação.

É interessante relacionar todo este estudo ao nosso cotidiano. Muitas vezes nos perguntamos: “E o que essa física moderna tem a ver comigo?”.

Na verdade, tudo. Toda essa tecnologia que temos hoje partiu desses princípios. Veja:

• Ondas de rádio
• Luz infravermelha
• Ondas de Raios X
• Luz visível

Tudo isso é exemplo de consequências geradas pelo estudo do espectro da radiação do corpo negro.

Aparelhos como o computador e todos os outros dispositivos eletrônicos da conhecida high-tech existem em razão da física moderna.

Vemos então que nosso mundo moderno depende diretamente de todos os estudos começados desde os primórdios da humanidade e continuados por personalidades como Max Karl Ernest Ludwing Planck (1858-1947), o pai da física quântica.

Por Talita A. Anjos
Graduada em Física
Equipe Mundo Educação

Assista às nossas videoaulas

Assuntos Relacionados