Você está aqui
  1. Mundo Educação
  2. Física
  3. Óptica
  4. Frente e Pincel de Luz

Frente e Pincel de Luz

No estudo da Óptica Geométrica o conceito de luz diz que ela é um ente físico capaz de sensibilizar os nossos olhos. Assim, podemos dizer que é através dela que enxergamos.

É possível fazer algumas definições breves sobre a luz. Denominamos fonte luminosa qualquer objeto que produza ou reflita luz. Já o ponto luminoso é uma fonte luminosa muito pequena. A fonte luminosa extensa, por sua vez, é aquela cujas dimensões não podem ser desconsideradas.

O raio de luz pode ser definido como sendo a reta orientada associada à direção e ao sentido de propagação da luz.

Para que possamos ter uma boa compreensão do que é frente de luz e pincel de luz, vamos ao seguinte exemplo. Quando ligamos uma lâmpada, ela passa a emitir luz em todas as direções. Assim, se tomarmos a luz como sendo uma onda, podemos chamar de frente de luz a própria frente de onda, como mostra a figura abaixo.

A lâmpada emite luz em todas as direções
A lâmpada emite luz em todas as direções

Dessa forma, é possível então denominar como frente de luz a região entre a parte iluminada e a não iluminada. Do mesmo modo, podemos definir pincel de luz como um conjunto de raios de luz.

É possível classificar os raios luminosos da seguinte maneira:

Divergentes – os raios luminosos divergem a partir de um ponto.
Convergentes – os raios luminosos convergem para um ponto.
Paralelos – todos os raios de luz do conjunto são paralelos entre si.

Raios de luz convergentes, divergentes e paralelos
Raios de luz convergentes, divergentes e paralelos

Por Domiciano Corrêa Marques da Silva
Graduado em Física

Assuntos Relacionados