Você está aqui
  1. Mundo Educação
  2. Física
  3. Física Moderna
  4. Fusão Nuclear

Fusão Nuclear

A fusão nuclear é o excesso de energia resultante da combinação de dois núcleos leves que se unem a fim de formar um núcleo mais pesado. Esses dois núcleos leves participam de um processo que libera energia, sendo ela inibida pela barreira de Coulomb entre duas partículas de mesma carga, que impede que dois núcleos de cargas iguais se aproximem o suficiente pra que a interação forte predomine.

A fusão de átomos em grande escala só ocorre se a temperatura for suficiente para que os núcleos vençam a barreira por tunelamento. Isso pode acontecer aumentando a temperatura do material até que os núcleos tenham energia suficiente, fato ocasionado pela agitação térmica.

Fusão Termonuclear do Sol
A reação de fusão que acontece no Sol é um processo de várias etapas no qual a principal fonte de energia do sol é a queima termonuclear de hidrogênio para formar o gás hélio no ciclo próton-próton. Os elementos até A = 56 (pico da curva de energia de ligação) podem ser produzidos por outros processos de fusão depois que o suprimento de hidrogênio de uma estrela se esgotar.
A abundância de elementos mais pesados que o hidrogênio e o hélio na Terra sugere que o nosso sistema solar tenha se condensado a partir de uma nuvem interestelar que continha o resto dessas explosões.

Fusão Controlada
A fusão termonuclear é controlada, poderá tornar-se no futuro uma importante fonte de energia. As reações d-d e d-t são as mais promissoras. Um reator de fusão baseado na reação d-t deve satisfazer o critério de Lawson, alem de manter o plasma a uma temperatura suficiente.
Nos tokamaks o plasma é confinado por campos magnéticos, na fusão a laser é utilizado o confinamento inercial.

Não pare agora... Tem mais depois da publicidade ;)

Por Talita A. Anjos
Graduada em Física
Equipe Mundo Educação

Explosão Nuclear
Explosão Nuclear
Publicado por: Talita Alves dos Anjos

Assuntos Relacionados