Você está aqui
  1. Mundo Educação
  2. Física
  3. Mecânica
  4. Hidrostática

Hidrostática



Hidrodinâmica é a parte da Física que estuda os líquidos e os gases em repouso.
Hidrostática estuda a pressão e o equilíbrio dos líquidos e dos gases que se submetem à ação gravitacional.
No estudo da hidrostática, poderíamos citar inúmeros exemplos, tais como: o funcionamento de seringas de injeção, dos canudinhos para tomar refrigerantes, dos elevadores de carros em postos de gasolina etc.
A seguir estudaremos a hidrostática, desenvolveremos alguns conceitos preliminares que serão fundamentais. Observe as situações descritas a baixo:

1a situação: Um submarino pode, em certos momentos, flutuar e, em outros, permanecer embaixo da água.


2a situação: Uma cozinheira, quando vai fazer macarronada, precisa cozinhar o macarrão em uma panela com água e um pouco de óleo. O óleo fica sempre por cima.



3a situação: Quando um balão começa a descer, em uma situação não desejada, os seus tripulantes costumam jogar fora o excesso de peso para que ele volte a subir.



Para poder explicar essas três situações, vamos utilizar o conceito de densidade. Na primeira situação, o submarino modifica sua profundidade alterando a sua densidade. Ele possui tanques internos que podem ser inundados com água (quando ele quer submergir) e esvaziados, utilizando para isso um compressor (quando ele quer emergir). Na segunda situação, podemos afirmar que a densidade do óleo é menor que a densidade da água, por esse motivo o óleo fica sobre a água. Na terceira situação, também estamos alterando a densidade do balão para que ele volte a subir.
Então podemos dizer que:
Densidade (d) é definida pela razão entre a massa (m) e o volume (V) de um corpo qualquer. Esse corpo pode ser oco ou constituído por uma mistura qualquer. Para determiná-la usamos a seguinte equação:



Atenção: quando efetuamos a divisão entre massa e volume, podemos também trabalhar com outra grandeza física, a massa específica. Apesar de utilizar a mesma equação para densidade e massa especifica, os conceitos são diferentes.
Portanto, a massa específica (µ) é definida pela razão entre a massa (m) e o volume (V) de uma substância maciça. Para determiná-la usamos a equação:


Onde:
d – densidade – kg/m3
µ - massa especifica – kg/m3
m – massa – kg
V – volume – m3

Por Domiciano Marques
Graduado em Física
Publicado por: Domiciano Correa Marques da Silva

Assuntos Relacionados