Você está aqui
  1. Mundo Educação
  2. Física
  3. Magnetismo
  4. Indução eletromagnética

Indução eletromagnética

A indução eletromagnética consiste no surgimento de uma corrente elétrica em virtude da variação do fluxo magnético nas proximidades de um condutor.

O professor de Física dinamarquês, Hans Christian Oesterd, descobriu com os seus estudos, em 1820, que cargas elétricas em movimento davam origem a um campo magnético. A comprovação dessa teoria levou vários cientistas a acreditar que o contrário também deveria ocorrer, ou seja: a variação de campo magnético deveria gerar uma corrente elétrica.

A comprovação dessa proposição foi feita pelo físico e químico inglês Michael Faraday. Esse fenômeno passou então a ser conhecido como indução eletromagnética e foi descrito teoricamente e matematicamente pela Lei de Faraday. Entre os experimentos utilizados para demonstrar essas teorias, Faraday realizou o descrito a seguir:

  • Inicialmente se conecta uma espira condutora, desconectada de uma fonte de tensão, a um amperímetro (aparelho usado para medir corrente elétrica). Em seguida, aproxima-se dessa espira um imã em forma de barra. O amperímetro, nesse momento, indica a passagem de uma corrente elétrica pela espira. Quando o imã é afastado da espira, a corrente aparece novamente, porém, em sentido contrário. Observe na figura:

Na experiência de Faraday, as linhas de campo magnético do imã geram uma corrente induzida na espira
Na experiência de Faraday, as linhas de campo magnético do imã geram uma corrente induzida na espira

A partir desse experimento, é possível chegar às seguintes conclusões:

Não pare agora... Tem mais depois da publicidade ;)
  1. A corrente elétrica somente é observada no caso de haver movimento entre a espira e o imã. Se o imã ficar em repouso, não surge corrente;

  2. Quanto mais rápido o movimento do imã, maior a corrente;

  3. O sentido da corrente elétrica dependerá do polo magnético e da direção do imã que está interagindo com a espira. Se o polo norte do imã é aproximado da espira, a corrente tem sentido horário; mas quando o polo norte afasta-se da espira, a corrente tem sentido anti-horário. Se o polo sul do imã é aproximado da espira, a corrente tem sentido anti-horário; caso o polo sul esteja se afastando do imã, a corrente tem sentido horário.

Denominamos a corrente gerada na espira de corrente induzida. O trabalho executado por unidade de carga para produzir essa corrente é chamado de força eletromotriz induzida, e o processo utilizado para produzir a corrente e a força eletromotriz recebe o nome de indução.

O desenvolvimento da teoria da indução eletromagnética foi responsável pelo surgimento de instrumentos importantíssimos, como o motor elétrico, que serve como base para o funcionamento de vários aparelhos (liquidificadores, bombeadores de água, ventiladores, motores de geladeira, entre outros).

O motor elétrico é um dispositivo que funciona a partir do princípio da indução eletromagnética
O motor elétrico é um dispositivo que funciona a partir do princípio da indução eletromagnética
Publicado por: Mariane Mendes Teixeira
Artigo relacionado
Teste agora seus conhecimentos com os exercícios deste texto

Assuntos Relacionados