Você está aqui
  1. Mundo Educação
  2. Física
  3. Óptica
  4. Origem da máquina fotográfica

Origem da máquina fotográfica

Historicamente podemos dizer que a captação e o registro de imagens foram possíveis após a criação da câmara escura de orifício. Essa câmara é constituída de uma caixa de paredes internas escuras, toda fechada, com exceção de um pequeno orifício feito em uma de suas paredes, por onde a luz penetra. Na face oposta ao orifício é onde se forma a imagem do objeto observado. Essa imagem poderá ser observada caso a face oposta àquela com o orifício seja substituída por um material adequado, como o papel vegetal.

Qualquer objeto em frente da câmara escura reflete luz, em todas as direções, que ultrapassa o orifício, constituindo-se como uma fonte secundária num ambiente interno. A fonte de luz primária pode ser uma lâmpada.

A face do objeto que está voltada para o orifício terá uma imagem formada no interior da câmara. Essa face reflete luz em todas as direções, mas apenas uma parte dela atravessa o orifício. Como nessas condições a luz se propaga em linha reta, a imagem formada estará de cabeça para baixo.

Nas máquinas fotográficas atuais, assim como em nossos olhos, as imagens que se formam têm as mesmas características daquelas obtidas com a câmara escura: todas estão de cabeça para baixo e têm o lado direito e o esquerdo invertidos, quando observadas por trás do anteparo.

Se o orifício da câmara escura for pequeno, as imagens obtidas serão bastante nítidas. O problema é que a pouca quantidade de luz que penetra na câmara produzirá uma imagem com pouca luminosidade. Se fizermos um orifício maior, a quantidade de luz aumentará, mas a imagem formada perderá a nitidez.

Portanto, podemos dizer que a função da face da câmara que contém o orifício é a de controlar a entrada de luz que atinge a face oposta, na qual se formará a imagem. Cada ponto da face do objeto voltado para o orifício reflete luz em todas as direções, mas somente os raios emitidos na direção do orifício conseguirão atravessá-lo e atingir o papel vegetal, formando uma imagem completa do objeto.

O tamanho da imagem formada na parede (anteparo) tem estreita relação com a distância entre a parede com o orifício e a parede em que se forma a imagem. Além disso, o tamanho do objeto e a distância entre ele e a câmara influenciam no tamanho da imagem formada.

Podemos expressar matematicamente essas relações de dependência da altura do objeto ho, altura da imagem hi, da distância do objeto à câmara Do e a distância da imagem ao orifício Di, pela seguinte relação:

Não pare agora... Tem mais depois da publicidade ;)

Esquema geral de uma imagem formada no anteparo de uma câmara escura.
Esquema geral de uma imagem formada no anteparo de uma câmara escura.
Publicado por: Domiciano Correa Marques da Silva

Assuntos Relacionados