Você está aqui
  1. Mundo Educação
  2. Física
  3. Magnetismo
  4. Processos de imantação

Processos de imantação

Os processos de imantação são as formas possíveis de magnetizar materiais que naturalmente não apresentam características magnéticas.

As agulhas imantadas das bússolas orientam-se de acordo com o campo magnético terrestre
As agulhas imantadas das bússolas orientam-se de acordo com o campo magnético terrestre

O processo de imantação consiste em magnetizar um material que naturalmente não possui características de ímã. Teoricamente, qualquer material pode ser imantado, porém, os materiais classificados como ferromagnéticos, como ferro e níquel, são imantados com mais facilidade. Algumas ligas metálicas também apresentam fácil imantação. O Alnico, por exemplo, é uma liga composta de ferro, alumínio, níquel, cobre e cobalto que apresenta facilidade para magnetizar-se.

Processos de imantação

1. Imantação por indução

A imantação por indução ocorre quando um material fica exposto ao campo magnético de um ímã permanente por um determinado tempo a ponto de ser magnetizado. Alfinetes deixados em contato com um ímã permanente adquirem a capacidade de se atrair mutuamente, pois o tempo de exposição ao ímã torna-os magnetizados.

2. Imantação por atrito

Quando determinado material é atritado a um ímã permanente, ele adquire propriedade magnética. É necessário que a fricção ocorra em um sentido único, pois o atrito em um sentido anulará a imantação obtida no sentido oposto. Uma maneira fácil de construir uma bússola é imantando uma agulha por atrito e, com a ajuda de um material flutuante, fazê-la boiar sobre a água. A agulha imantada orienta-se segundo o campo magnético terrestre.

Não pare agora... Tem mais depois da publicidade ;)

3. Imantação por corrente elétrica

O estudo de fenômenos eletromagnéticos mostra que a carga elétrica em movimento gera campo magnético e vice-versa. Se um material ferromagnético for enrolado por um fio condutor, a corrente elétrica criará um campo magnético que magnetizará o material.

A imagem acima ilustra a estrutura de um eletroímã. O prego é imantado a partir do campo magnético gerado pela passagem da corrente elétrica e, em virtude da ação do campo magnético, torna-se capaz de atrair outros materiais.

Eletroímã utilizado em ferros-velhos para a separação de materiais
Eletroímã utilizado em ferros-velhos para a separação de materiais

Assista às nossas videoaulas

Assuntos Relacionados