Você está aqui
  1. Mundo Educação
  2. Física
  3. Eletricidade
  4. Propriedades da associação de resistores em série

Propriedades da associação de resistores em série

Existem vários casos cotidianos em que é preciso fazer uso de uma resistência maior ou menor do que a fornecida por um resistor. Porém, um único resistor às vezes não tem a capacidade de suportar a intensidade de corrente elétrica que deve atravessá-lo. Nesses casos, faz-se o uso de vários resistores ligados simultaneamente ao mesmo circuito. A esse conjunto de resistores assim interligados dá-se o nome de associação de resistores. Existem, basicamente, duas formas possíveis de conectar mais de um resistor em um circuito, são elas: em série e em paralelo.

Em uma associação em série, dois ou mais dispositivos são ligados de forma que a corrente elétrica tenha um único caminho a seguir. Abaixo veremos algumas propriedades da associação de resistores em série.

Mas, primeiramente, vamos considerar uma associação em série de n resistores com resistências elétricas R1, R2, R3 ... Rn, cujos terminais A e B estão submetidos à ddp UAB, conforme mostra a ilustração abaixo. Seja i a intensidade de corrente elétrica que atravessa cada resistor da associação.

Associação em série de n resistores com resistências elétricas R1, R2, R3 ... Rn

Veja as seguintes propriedades:

Não pare agora... Tem mais depois da publicidade ;)

1 – Todos os resistores contidos no circuito serão percorridos pela mesma corrente elétrica. Isso acontece pelo fato de a corrente elétrica dispor somente de um caminho para fluir através do circuito. Sendo assim, para a corrente elétrica da associação em série, temos:

i1= i2=i3=⋯=in=i

2 – A diferença de potencial nos terminais da associação em série é igual à soma das diferenças de potencial medidas entre os terminais de cada um dos resistores associados, isto é, a ddp total aplicada através de um circuito em série divide-se entre os dispositivos elétricos individuais, de modo que a soma das quedas de voltagem nos resistores individuais é igual à ddp total mantida pela fonte.

UAB= U1+U2+U3+⋯+Un

3 – A corrente elétrica que atravessa o circuito enfrenta a resistência do primeiro dispositivo resistivo, a resistência do segundo, a do terceiro, e assim por diante, de modo que a resistência total do circuito à corrente é a soma das resistências individuais que existem ao longo do circuito. Assim, podemos dizer que a resistência equivalente a uma associação em série de resistores é igual à soma das resistências dos resistores associados.

Requivalente= R1+R2+R3+⋯+Rn

Alguns enfeites de Natal trazem lâmpadas associadas em série. Quando uma queima, todas se apagam
Alguns enfeites de Natal trazem lâmpadas associadas em série. Quando uma queima, todas se apagam
Publicado por: Domiciano Correa Marques da Silva
Assista às nossas videoaulas

Assuntos Relacionados