Você está aqui
  1. Mundo Educação
  2. Física
  3. Mecânica
  4. Terceira lei de Kepler

Terceira lei de Kepler

A terceira lei de Kepler mostra a relação diretamente proporcional entre os períodos de revolução dos planetas e os raios médios de suas órbitas ao redor do Sol.

Kepler enunciou três leis que determinaram o movimento dos planetas ao redor do Sol
Kepler enunciou três leis que determinaram o movimento dos planetas ao redor do Sol

A terceira lei de Kepler é conhecida como lei dos períodos e foi formulada dez anos após a lei das áreas (2ª lei de Kepler). Essa lei mostra a relação diretamente proporcional entre o período de revolução de um planeta ao redor do Sol e o raio médio da órbita do planeta. Ela pode ser enunciada da seguinte maneira:

Os quadrados dos períodos de revolução dos planetas ao redor do Sol são diretamente proporcionais aos cubos dos raios médios de suas órbitas.

Sendo assim, chamando de T o período de revolução e de R o raio médio da órbita, temos:

 

T2 = Constante
R3        
 
            

Essa relação mostra que, quanto mais distante um planeta estiver do Sol, maior será seu tempo de revolução ao redor da estrela. Para todos os planetas de nosso Sistema Solar, a relação acima possui praticamente o mesmo valor. Observe na tabela abaixo que, ao aplicar a terceira lei de Kepler para os planetas, os valores convergirão para 1.

Não pare agora... Tem mais depois da publicidade ;)

* UA = Unidade astronômica. Equivale à distância da Terra ao Sol (1,48 x 108 Km)
* UA = Unidade astronômica. Equivale à distância da Terra ao Sol (1,48 x 108 Km)

    O valor da constante depende da massa do corpo central da órbita, portanto, para os planetas ao redor do Sol, os valores tendem a 1, mas para satélites ao redor da Terra, por exemplo, essa relação será diferente de 1, uma vez que a massa da Terra é infinitamente menor que a massa do Sol.

    Artigo relacionado
    Teste agora seus conhecimentos com os exercícios deste texto
    Assista às nossas videoaulas

    Assuntos Relacionados