Você está aqui
  1. Mundo Educação
  2. Geografia
  3. Países
  4. A Indústria e o Campo Norte Americano

A Indústria e o Campo Norte Americano

A integração entre indústria e o campo
A integração entre indústria e o campo

Com o desenvolvimento das indústrias norte-americanas foi simultaneamente concebida uma série de transformações no setor agrário, principalmente no que tange às tecnologias, dando origem ao surgimento de máquinas, implementos, insumos e técnicas, modernizando o campo, além da produção integrada da agropecuária e da indústria (agroindústria) e por fim as empresas rurais que são propriedades que funcionam similar ou igual a uma empresa urbana, essas propriedades são caracterizadas pelo nível tecnológico e altos índices de produtividade.

Os Estados Unidos têm um elevado aproveitamento do seu espaço agrário, por causa da mecanização e/ou modernização da agropecuária o país tem a maior produção do mundo, a agricultura e a pecuária ocupam quase 50% do território, sendo 26% destinado à pastagens e 19% à lavouras.

Os norte americanos dividem suas produções agropecuárias em regiões especializadas (Belt) em determinados cultivos ou criações, sendo Cotton Belt (produção de algodão), Corn Belt (produção de milho), Ranching Belt (pecuária intensiva) e Dairy Belt (pecuária leiteira).

Apesar de as inovações no campo terem melhorado a produtividade, acabaram provocando o êxodo rural, a mecanização do campo acabou com milhares de postos de trabalho, então, muitos trabalhadores foram em direção às cidades em busca de trabalho, muitas pessoas foram inseridas no setor terciário. Outro problema agrário nos EUA é a concentração fundiária, os grandes produtores rurais detêm em suas mãos extensas áreas, são chamados de latifundiários.

Não pare agora... Tem mais depois da publicidade ;)

Assuntos Relacionados