Você está aqui
  1. Mundo Educação
  2. Geografia
  3. Geografia Física
  4. Afloramentos rochosos

Afloramentos rochosos

Os afloramentos rochosos são expressões superficiais das dinâmicas internas da Terra muito úteis para os estudos geomorfológicos.

A composição das feições geomorfológicas apresenta-se das mais diversas formas no modelado superficial terrestre, que é essencialmente dinâmico, haja vista que se encontra sempre em transformação. Processos de erosão ou acumulação acontecem de diferentes maneiras e com distintas intensidades, o que permite que as paisagens se apresentem com uma ampla diversidade natural.

Um dos exemplos da dinâmica que predomina sobre o relevo terrestre são os afloramentos rochosos. Eles são bastante úteis para os pesquisadores em Ciências da Terra, que podem investigar, sem grandes esforços, as composições internas do planeta.

Os afloramentos rochosos são, por definição, a exposição de uma rocha na superfície da Terra, ou seja, quando parte de uma composição naturalmente interna se posiciona acima da camada dos solos, o que permite ou facilita o seu estudo. Os afloramentos são especialmente importantes quando ocorrem com as rochas intrusivas, pois o processo de formação dessas rochas ocorre sempre no interior da Terra, sendo raro o seu aparecimento na superfície por meios naturais.

As causas para o surgimento dos afloramentos rochosos podem estar relacionadas com diversos fatores. O mais comum é o desgaste e a erosão dos solos e das estratificações ao longo do tempo. Como os agentes externos ou exógenos estão sempre atuando na modelagem do relevo, é natural que, em regiões onde a erosão é mais frequente que a deposição, a área superficial se desgaste lentamente até expor as camadas internas.

Não pare agora... Tem mais depois da publicidade ;)

Outro fator que pode estar associado ao processo de formação de afloramentos rochosos é o tectonismo. Esse fenômeno provoca alterações no relevo que podem ser consideradas “rápidas” ou “abruptas” sob o ponto de vista do tempo geológico, ou seja, em uma escala de poucos milhares de anos. Vale lembrar, contudo, que processos endógenos e exógenos podem ocorrer de maneira associada no processo de formação dos afloramentos, como podemos ver no esquema sequencial a seguir:

Esquema explicativo simplificado da formação dos afloramentos por tectonismo e erosão
Esquema explicativo simplificado da formação dos afloramentos por tectonismo e erosão

Exemplo de afloramento rochoso de camada interna alterada pelo tectonismo
Exemplo de afloramento rochoso de camada interna alterada pelo tectonismo

Como podemos notar no esquema e na imagem, o tectonismo pode provocar alterações no relevo e, quando associado ao processo de erosão, intensificar a formação de afloramentos rochosos. Esse tipo de composição é amplamente estudado pelos especialistas nessa área e é uma denúncia expressa na paisagem do caráter dinâmico que possui o relevo terrestre.

Os afloramentos rochosos permitem o estudo de rochas originalmente internas
Os afloramentos rochosos permitem o estudo de rochas originalmente internas
Publicado por: Rodolfo F. Alves Pena

Assuntos Relacionados