Você está aqui
  1. Mundo Educação
  2. Geografia
  3. Continentes
  4. Ásia
  5. Agricultura no Oriente Médio

Agricultura no Oriente Médio

Em qualquer lugar do mundo, para o desenvolvimento da agricultura, é necessário que aspectos naturais, como a fertilidade, a umidade ou a temperatura, por exemplo, sejam favoráveis. No Oriente Médio, as condições naturais são adversas para a prática agrícola em decorrência dos climas árido e semi-árido que prevalecem em praticamente todos os países do subcontinente. No Oriente Médio, existem enormes áreas constituídas por desertos. Diante de todos os aspectos citados, para o desenvolvimento da região, é preciso empregar um conjunto de técnicas na área agrícola: irrigação, correção, rodízio de culturas, entre outras. Mas isso nem sempre é o que acontece. Muitas vezes, o que ocorre é realização de cultivos desprovidos de tecnologias, o que resulta em uma baixa produtividade.

Mesmo com as barreiras impostas pelo clima e a escassez de água no Oriente Médio, existem importantes cultivos. Na Turquia, por exemplo, é produzido tabaco e algodão em áreas onde há certa umidade, como nas planícies costeiras da Península turca. Existe ainda o cultivo de culturas que requerem características climáticas do tipo mediterrâneo, como a produção de oliva e cítricos, por exemplo. Já no interior da Turquia, destaca-se o cultivo de cevada e trigo.

Em áreas próximas à Planície da Mesopotâmia, a qual abrange as bacias hidrográficas do rio Tigre e Eufrates, é feito principalmente o cultivo de cereais. Nessas áreas, os solos são férteis, propiciando uma promissora produção agrícola. Isso ocorre em decorrência das cheias dos rios citados. Quando isso acontece, as margens ficam cobertas de sedimentos (restos de animais, de plantas e outros microrganismos) que adubam os solos.

Os principais produtos agrícolas da Arábia Saudita são tâmaras e cereais. As áreas que cultivam tais culturas se encontram nas proximidades do Mar Vermelho, locais que apresentam uma umidade significativa. A produção de café é desenvolvida no Iêmen.

As culturas de aspectos mediterrâneos, como cítricos, uvas e azeitonas, são cultivadas em regiões conflituosas do Oriente Médio, que envolvem os países da Síria, Líbano, Jordânia e Israel. O último destes possui um destaque em diversas áreas entre os países do Oriente Médio. Na agricultura não é diferente: mesmo com as dificuldades impostas pelo clima e outros determinantes naturais, o país tem obtido grandes resultados. O destaque produtivo agrícola de Israel está baseado na aplicação de tecnologias avançadas, especialmente nas áreas de irrigação. No país existem fazendas coletivas, denominadas de Kibutzim, as quais funcionam a partir da participação voluntária firmada no sistema de cooperativa. Cerca de 50% da produção agrícola de Israel é oriunda dessas propriedades agrícolas.

Não pare agora... Tem mais depois da publicidade ;)
Publicado por: Eduardo de Freitas
Plantação de tâmaras no Oriente Médio
Plantação de tâmaras no Oriente Médio

Assuntos Relacionados